Diamantina - um museu a céu aberto

11 comments









Incrustada na Serra do Espinhaço, há 1300 metros de altitude e há 292 km da capital mineira, encontra-se a bela Diamantina, última cidade do percurso da Estrada Real.

Ao se deparar com o centro histórico, com suas belíssimas igrejas barrocas e os misteriosos casarões, a sensação é de que aqui o tempo não passou. Sugiro fechar os olhos e deixar a fantasia conduzir... Por um segundo, você vai escutar alguém chamando por Xica da Silva, logo após, vai escutar os aplausos que Juscelino Kubitschek recebe durante seu discurso ali na praça ao lado e ainda, vai escutar o tilintar das correntes dos escravos, que carregam as liteiras de seus senhores pelas ladeiras históricas. Abriu os olhos? Então comece a percorrer esta bela cidade, onde o passado e o presente não se distanciam nunca!

Diamantina é simplesmente linda! Tal qual Ouro Preto, se desenvolveu no período da corrida do ouro e foi uma das mais prósperas cidades mineiras. Por aqui passaram pessoas ilustres, como as ditas acima, imperadores e tantas outras de posses que acabaram por tornar a cidade um verdadeiro museu de grandes casarios e belos monumentos. Verdadeiras mansões para a época, com estilo barroco próprio, inspirado nos casarios portugueses. Além dos telhados com eiras e beiras, as casas possuíam grandes varandas e janelas com uma espécie de cortiça, onde era possível observar a rua sem que fosse visto. Artefato típico de Minas, famosa por sediar as pessoas mais “cabreiras” de todo o país!

Eleita Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco é conhecida como terra do diamantes, do ouro e dos cristais, mas também possui uma parte ecológica bastante interessante, como a Gruta do Salitre, o Caminho dos Escravos e diversas cachoeiras. O céu é de um azul intenso o ano inteiro, propício para fazer este tipo de atividade.

A cidade também é bastante animada e é berço das serestas. Aliás, estas têm papel fundamental na história da cidade e influenciaram até o ex-presidente JK, boêmio confesso das rodas de Diamantina. Os eventos que a movimentam durante todo o ano, sendo os principais:


Carnaval: Festa popular com desfiles de blocos caricatos. Desfile do Bloco carnavalesco "Vai Quem Quer" e bonecos gigantes.
.
Semana Santa: Festa religiosa com encenações ao vivo da paixão e morte de Cristo. No sábado de Aleluia acontece a tradicional queima do Judas.
.
Vesperata: Reunião de duas fanfarras nas sacadas dos casarões centenários do centro histórico, regidas por um maestro no chão. O público, sentado em mesas no meio da rua de pedra, acompanha o show com petiscos e bebidas. Acontece na rua da Quitanda nos dias 20 de julho; 17 de agosto; 21 de setembro e 19 de outubro. É gratuito.


Festival de Inverno da UFMG: (Universidade Federal de Minas Gerais) Cursos, oficinas, simpósios e ciclos de palestras sobre artes cênicas, pintura, escultura, desenho, literatura, música e cinema. Shows de música e apresentações de teatro. Acontece em vários pontos da cidade durante o mês de julho.


Circuito de Corais: Encontro de corais da cidade aberto à participação de grupos de diferentes regiões do Estado, do País e até mesmo do exterior. Acontece nas ruas da cidade na primeira semana de setembro.


Na gastronomia, figuram os tradicionais pratos mineiros, dentre eles, o frango com quiabo, o angu, o arroz, a couve mineira, e o feijão tropeiro. Nas noites frias de inverno, a sugestão é para os caldos, todos bastante substanciosos e com ervas da região, como o orapronobis.

Diamantina é sem dúvida, uma das mais belas cidades históricas do país, um verdadeiro retrato do século XVIII.

11 comentários:

Mile disse...

Ai que lindinha essa cidade. Quando li "Diamantina" pensei que fosse a Chapada Diamantina na Bahia que é um espetáculo de cidade, linda demais, vc conhece?
Bjoks Fê

No Me disse...

A avaliar pelas imagens, linda mesmo. Até aí não fui. :(

Camila disse...

Eu sou completamente apaixonada pelas cidades históricas mineiras!!! Diamantina está só esperando um lugarzinho no calendário... Lindas fotos, como sempre!

Dih. disse...

ADOREEI!
sou apaixonada por fotografias e as suas são lindas!
se bem que estar no lugar certo na hora certa ajuda muito!
Diamantina é muito linda!

Parabéns!
;*

sigrid costa disse...

Fe!!!!!!!!!!!!!

Infelizmente jà estou de volta à Italia e nao deu uma brecha pra te ligar e marcarmos um cafè! Foi impressionante como passou. Vai ficar pra ano que vem sem falta. Eu gripei, minha filha gripou, tive que fazer uma pequena cirurgia, enfim, foi uma loucura. Corri atè o ultimo momento indo pro aeroporto... A gente se fala. Beijos...

O Profeta disse...

Sou!? Serei apenas um desalinhado?
Pensador fugitivo ao agreste sonho
Uma pedra pensante no meio da ilha
Meio Homem, meio Arcanjo, um ser bisonho


Convido-te a navegares esta vaga de sentires


Bom fim de semana


Mágico beijo

Emilia disse...

Que delícia de post...Diamantina já está há um bom tempo na minha lista de viagens: pegar um carro e fazer a rota de BH, passando pela Serra do Cipó, Serro e São Gonçalo. Ah, que prazer é viajar por Minas... :-)

Leticia disse...

Outro Lugar Maravilhoso!
Cidade linda com histórias alucinates!
Pra quem gosta de farra...visite a cidade no carnaval!
Pra quem gosta de calma a veperata é linda!!!

Diamantina Travel disse...

Muito legal o Blog e as informações pessoais sobre Diamantina!

Parabéns!

Rose disse...

Nooosssaaa, que lindo! Como é possível que só hoje descobri este blog? Adorei ele e tudo que ele tem. Fotos maravilhosas. Diamantina é linda e gostosa de ir: o casario, as ruas, a comida, as cachoeiras... Parabéns!

BOIPEBA ECO LODGE disse...

Uma Ilha quase paradisiaca que poderiam incluir nesse roteiro do blog seria a ilha de boipeba-Ba.
um lugar rustico pra quem gosta de sossego...sombra e agua fresca.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...