Kusadasi

6 comments








Kusadasi, juntamente com Bodrum, é uma das mais agitadas cidades litorâneas da Turquia. A cidade é parada de 90% dos navios que rodopiam pelo mar Egeu e com isso, os preços são super inflacionados, desde o básico souvenir até a hospedagem. De tão voltada para o turismo e por ser tão aberta à outras culturas, é difícil sentir a verdadeira identidade turca. Acaba sendo mais um destino lapidado exclusivamente para o turismo, tal qual Cancun, Phuket ou Sharm El Sheik.
.
O lado bom da enxurrada de turistas é que a infra-estrutura também é das melhores desta parte do país. Existem por aqui muitos hotéis 5 estrelas e resorts incríveis! Além de grande oferta de transporte público terrestre, há ferrys que ligam Kusadasi à diversas cidades turcas e também à gregas, como a "quase vizinha" Rhodes.

À noite, a música alta rola solta nos diversos barzinhos e boates da cidade. Por um momento se esquece completamente que se está em um país muçulmano... Hã? Quem disse que álcool é proibido?! rsrs Já diziam os turcos "fazemos qualquer negócio!"

Além do seu perfil típico de cidade litorânea do mar Egeu, Kusadasi é a porta de entrada para a magnífica Éfesos, uma das sete principais cidades do extinto Império Romano, à seguir no próximo post. Também pode ser ponto de apoio para outros destinos próximos dali, como Izmir - a cidade dos figos; e Pamukkale - a cidade do castelo de algodão, dois lugares super turísticos. Como se vê, é possível encontrar turistas do mundo inteiro em Kusadasi.
.
A marina domina a paisagem e é um convite para ótimas fotos no fim de tarde. A melhor praia, dentre as poucas existentes é Kadinlar Denizi, apesar de sempre lotada. Um passeio legal é ir ao antigo forte da ilha Pigeon e voltar pela "rua das pedras a la búzios", cheia de lojinhas, restaurantes e barzinhos. Mesmo sem a sofisticação da prima carioca e bem menor em tamanho, é garantia de diversão à moda turca. Ignore os fast foods e não deixe de provar as deliciosas "pizzas" (esquecí o nome em turco) da região, com muita azeitona e azeite fresquinho, colhido logo ali.

6 comentários:

Camila disse...

Fê, acho que essas escalas em lugares assim é até bom quando estamos conhecendo países tão diferentes. Parece que a gente respira antes de voltar a imergir na cultura local.

Já estou ansiosa pelos relatos de Éfesos! Sabe que nem imagino como será?

Beijos!

Fê Costta disse...

Vc tem razão. Em alguns países uma escala em um lugar mais "normal" faz até bem, mas não é o caso da Turquia... Ela é um exótico que não cansa, o que eu acredito que fatalmente aconteceria num cruzeiro pela costa leste da África ou em meio às ilhas asiáticas próximas à China...

Éfesos é incrível!! Linda, majestosa, surpreendente! Vc vai ver no próximo post que não estou mentindo! ;) rsrs

Bjo grande!

Arthur disse...

Vale álcool? Então 'tamos nessa ;)
Abs!

Arthur disse...

Fê, a pizza turca se chama "pide". Deve ser para "pedir" mais....

Fê Costta disse...

Nossa, não lembrava nunca deste nome! Deve ser efeito do álcool! hahah Brincadeira!

Abraços!

Fê Costta disse...

... é, o trocadilho é muito bom! E funciona!! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...