Praga - 1a Parte

8 comments










Desde 1989, apos o fim do regime comunista, a Republica Tcheca entrou definitivamente para o roteiro de turismo europeu. São milhares de turistas que invadem o pais, sobretudo Praga, capital e ponto de partida de qualquer passeio. Apesar do histórico de conflitos e guerras, a Republica Tcheca permaneceu praticamente intocada já que nunca foi alvo das grandes guerras. Este fator contribuiu para a preservação do patrimônio do pais, patrimônio este responsável por fazê-la receber 7 milhões de turistas anualmente, número superior ao que o Brasil recebe, com uma população 18 vezes maior.

Praga é uma cidade surpreendente!! Por mais que eu tivesse lido a respeito e visto belas fotos, a cidade ainda conseguiu me surpreender positivamente. Os monumentos aqui são bárbaros e o centro histórico é bastante grande. Lá se encontram obras remanescentes dos séculos 9 a 16, todos muito bem preservados. A riqueza de detalhes impressiona e os estilos gótico, barroco e neoclássico convivem em perfeita harmonia. São castelos, igrejas, pontes e prédios diversos que fazem da cidade um verdadeiro museu a céu aberto. Ao longo dos dias vou falar sobre cada parte da cidade, que se divide em centro histórico, bairro judeu, cidade velha, cidade nova, mala strana e outras regiões mais distantes, subdivididas em números.
A cidade em si é bastante barata, sobretudo quando comparada às demais capitais européias. Quem já foi à Paris por exemplo, vai achar tudo baratíssimo, desde as entradas para as atrações, até as refeições e noitadas. Ainda bem!! :)

Uma curiosidade sobre a população, em especifico as tchecas. Sim, elas são lindíssimas!! Descendentes de eslavos e germânicos, possuem realmente traços muito bonitos. As pessoas aqui tem um tom de azul nos olhos que nunca havia visto por outros lugares. São homens e mulheres bastante loiros e brancos, em geral altos e pasmem, tem um corpo semelhante ao das brasileiras. Aqui há um trocadilho em que diz: As “loiras geladas” são as mulheres e as “loiras quentes”, as cervejas!

Por falar na cerveja, esta aqui é considerada uma das melhores do mundo!! A propósito, vou comprovar isto agora, enquanto o tempo está excelente, com um sol vibrante e uma temperatura de aproximadamente 28 graus, perfeito para o verão europeu!!

Continuamos nosso passeio pela Republica Tcheca nos próximos dias!! Até breve!!

8 comentários:

Camila disse...

Não posso nem visitar muito o seu blog, pois cada vez que venho fico com aquela vontade doida de viajar! Cada destino mais interessante que o outro e suas fotos espetaculares... Vou acompanhar essa nova série! Beijos!

Mile disse...

Muitas saudade de lá ao ler seu post, eu voltaria à Praga várias vezes e nao me cansaria. E é verdade, as tchecas sao lindas, altíssimas e com bonitos corpos.
Bom passeio
Bjoks

Danilo Hadek disse...

nossa, eu amo este país! a melhor cerveja do mundo, a cidade mais maravilhosas do mundo, e as segundas mulheres mais lindas, depois das brasileiras, claro... :))

Olá,

Gostaria que entrasse em contato, via e-mail damdek@gmail.com, por gentileza. Tenho algumas idéias para o meu, o seu e mais alguns blogues sobre turismo e viagens.

Abraços,

Blog Meio Aéreo - Comissários de bordo

disse...

Essa de blusa azul na foto é você né ? Linda.
Um beijo,

Fê Costta disse...

Hahaha, não sou eu não Jê! Esta aí é uma legítima tcheca! Lindíssima, como as demais... Bjs! ;)

marcia disse...

Oi Fê!
Qual é o melhor jeito de chegar à República Tcheka? Não há vôos diretos, não? Como você foi?
Obrigada pela dica!!
Márcia

Fê Costta disse...

Olá Márcia!

Vôos diretos do Brasil para a República Tcheca realmente não existem. O que você faz e chegar até a Europa, via TAP, AIR France, KLM, Lufthansa, Iberia, Alitália, British Airways, TAM ou qualquer outra e de lá pega um outro vôo para Praga.

No meu caso, fui de Air France até Paris e de Czech Airlines até Praga, em um vôo que durou 13 horas o primeiro trecho e 2 horas o segundo. Paguei por volta de R$2,400,00, mas já observei no site da Stella Barros que eles estão com uma tarifa ótima para lá, via KLM ou Lufthansa. Depois dá uma olhada: www.stellabarros.com.br.

Brasileiro não precisa de visto para entrar na República Tcheca, basta apresentar o passaporte válido, a passagem de volta, hospedagem paga e dinheiro suficiente para sua estada.

Lá é simplesmente maravilhoso, vale muito à pena ir! Se tiver mais tempo, não deixe de conhecer as outras cidades, que estão acima deste post.

Qualquer dúvida é só falar!

Bjs! :)

Brenda Tavares disse...

Oia eu aqui por essas bandas!! Vou começar a pegar as tuas dicas. Proximo mes vamos a Praga!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...