Siem Reap

7 comments
















Siem Reap é a segunda maior cidade do Camboja, na verdade, uma grande fazenda de 140 mil habitantes. Seu nome significa "Derrota do Sião", em referência à uma guerra mais tardia em que a Tailândia perdeu a cidade para os cambojanos.
Está sediada às margens do belo lago Tonle Sap, formado pelo excesso de água que retorna da foz do rio Mekong. Sua principal economia é baseada no turismo, recebendo vôos internacionais provenientes de vários países asiáticos e europeus. Tudo isso porque está próximo às ruínas de Angkor, a mágica cidade do Império Khmer que foi encontrada por pesquisadores franceses no início do século XX.
Siem Reap é uma cidade gostosa, base para os desbravadores de Angkor que encontram nela boas opções de hospedagem e restaurantes franco-cambojanos. Sim, é isso mesmo! Uma mistura atípica, mas muito interessante, advinda da colonização francesa que mesclou ambas gastronomias e encontrou um resultado bem saboroso!
A cidade é pequena, mas tem o básico para se divertir: A Pub Street, que é uma rua de barzinhos e restaurantes bem gostosos, ponto de encontro de turistas do mundo inteiro. Como o principal programa é caminhar o dia inteiro em Angkor, ninguém tem muito pique para a noite e assim, tudo começa cedo e acaba cedo.
Outro lugar imperdível são os mercados de artesanato, o meu preferido é o Night Market. São lindos artigos com todo o simbolismo Khmer-cambojano feitos à mão. E para ficar ainda melhor: tudo é muito barato (e pode ficar ainda mais se negociar!)!

Para quem precisa se recompor depois de um longo dia de esforço, existem centenas de opções de massagem na cidade, uma febre em toda a península Indochina. É Thai Massage, Foot Massage, Fish Massage (feita com peixes!), Full Massage.... Seja qual for, é uma excelente opção para encerrar o dia.

A moeda do país é o Riel, mas em Siem Reap, todo mundo aceita o dólar americano. Não perca tempo trocando seu dinheiro pela moeda local, apenas troque os dólares por notas menores, principalmente de USD 1, que são as mais utilizadas por lá.

Na cidade, há diversos meios de transportes e tudo é muito baratinho. Uma corrida de Tuk-Tuk na cidade custa 1 dólar por pessoa. O táxi sai um pouco mais caro, mas ainda assim, muito barato. Ainda há diversos lugares que alugam bicicletas, mas fique sabendo que os mosquitos vão te devorar!
Os próximos posts estão os relatos das maravilhas de Angkor, preparem-se!

7 comentários:

Gata Verde disse...

Que delícia!
Adoraria conhecer...

beijinhos

Mile disse...

Adoro a simplicidades dessas cidades.
Bjoks

Diogo Pretto disse...

Gostei mais da outra cidade...mas invejo a sua oportunidade né. hehe Abraço

carolwieser disse...

Fê,

Eu adoro os países asiáticos. Tenho fascinação por essa cultura e principlamente pela simpatia e acolhedorismo do povo.

Que bom ver posts seus de novo por aqui.

Beijos

Socorro disse...

Acho que conheço os pés dessa última foto...

Socorro disse...

Acho que conheço os pés dessa última foto !!!

Fê Costta disse...

Mãe reconhece qualquer parte do corpo de filho, né?!!

Bjos mamily!!!! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...