Praga - 3a Parte

18 comments


















Praga continua com seus encantos além da Praça Central, da Ponte Carlos e do imponente Castelo. Outras regiões de interesse turístico são os bairros Mála Strana, Josefov, Petrin e Vysehrad, cada um com uma identidade própria e encantos diversificados.

Após atravessar a Ponte Carlos está o bairro de Mála Strana. Famoso pelas preservadíssimas casas do século XVIII e pelas catedrais barrocas. Num simples atravesssar do rio, o estilo arquitetônico muda completamente, saindo do gótico e medieval para o barroco e art nouveau. O bairro é tão pitoresco que muitos filmes e campanhas publicitárias são gravados na região. Aproveite para desfrutar de momentos aprazíveis no fim de tarde, em algum dos diversos cafés que lá existem.

Josefov é o famoso bairro judeu de Praga. Ali se refugiaram os judeus provenientes de diversas partes da Europa, em sua maioria, advindos do ocidente e do antigo Império Bizantino. Durante séculos sofreram com leis opressivas e foram confinados em um gueto nas proximidades da cidade. A discriminação foi reduzida em 1784 por José II, e o Bairro Judeu passou a chamar-se Josefov em sua homenagem. Em 1850 a área foi oficialmente incorporada na cidade de Praga e hoje é um dos atrativos turísticos mais visitados na cidade.

Lá se encontram diversas sinagogas que são verdadeiras obras de arte! No bairro também está o cemitério judeu, com suas lápides “desorganizadas” que dão um toque especial ao local. Ali existem jazigos de mais de 500 anos, muitos de personalidades famosas do âmbito religioso e político. Os judeus são excelentes comerciantes e no turismo não poderia ser diferente! Em qualquer atração que se vá em Josefov, é necessário pagar caro, ao contrário dos demais lugares em Praga. Basta comprar o “passe” que dá direito à todas as atrações e custa em torno de 20 euros.

Petrin é uma das colinas de Praga e abriga um belo parque com mesmo nome. A subida pode ser feita à pé, mas o mais gostoso é de funiculare, uma espécie de bondinho elétrico que sobe delicadamente as encostas. De lá é possível ter uma linda vista da cidade, sobretudo na Torre de Observação, uma réplica da Torre Eiffel parisiense em escala 4 vezes menor que a original, também projetada por Gustave Eiffel. Precisa-se é de boa disposição para subir os 299 degraus até o topo e coragem para descê-los de volta! Mas o esforço compensa e traz-se de recordação belas fotografias.

Vysehrad margeia o rio Vlatva e tem, a terceira mais bela catedral gótica de Praga (a primeira é a de San Vito e a segunda é a Tyn). A Catedral de São Pedro e São Paulo, fundada no século XI, está no topo de outra colina e de lá também se aprecia uma bela vista da cidade, bem diferente da de Petrin, pois está na margem oposta ao rio. A catedral é belíssima e tem torres góticas de mais de 50 metros de altura. Seu pórtico é ricamente decorado e as portas são recobertas de brasões reais tchecos. Ao lado da catedral, além do cemitério, está o panteão de Praga, onde estão enterradas as mais proeminentes figuras da nação, como o compositor Bedrich Smetana. Nos arredores também está o belo Parque de Vysehrad, onde casais apaixonados desfrutam da relva verdinha cercada de imponentes estátuas elaboradas pelo escultor Josef Myslbek. Para quem tiver tempo na cidade, vale uma tarde, sem dúvida!

Nas proximidades de Vysehrad está um dos ícones do modernismo em Praga. O edifício Ginger and Fred, do arquiteto Frank Gehry. Ele conseguiu tirar da frieza do concreto curvas inusitadas, que representam a dança de Fred Astaire e Ginger Rogers, numa alusão aos anos dourados do cinema americano.

Entre todas estas regiões o rio Vlatva corre tranquilamente e oferece passeios variados aos turistas. Seja em barcos grandes, com shows ao vivo e jantar à luz de velas, seja em um simples barquinho para dois, os passeios não devem ser ignorados e têm um preço justo.

E assim é Praga, uma cidade linda, inspirada pela arte e capaz de nos transportar no tempo! Um verdadeiro museu à céu aberto com inúmeras opções de lazer! Desfrute-a!!

18 comentários:

Mile disse...

Todo dia vinha aqui esperando a terceira parte, nao me canso! Acho que em vidas passadas eu tive alguma relaçao com este país. A vista da torre é lindíssima.
Bjoks...fico imaginando qual será o próximo destino...tem algo em mente?

Fê Costta disse...

Oi Mile!! O próximo destino também faz parte da República Tcheca. Ainda restam 4 cidades lindas para divulgar: Karlovy Vary, Kutna Hora, Cesky Krumlov e Cesky Budejovice.

Você vai adorar, são verdadeiras preciosidades!! ;)

Bjos!!

Mary disse...

Belíssimo lugar! Um encanto!
Virei novamente para ver as novas cidades.
Bjs

Tozé Franco disse...

Mais um excelente leque de fotografias a abrir o apetite para visitar Praga. Lá ieri um ano destes.
Passe lá pelo meu canto. Tenho um dedicatória para os amigos desse lado do Atlântico.
Um abraço.

Camila disse...

Oi, Fê! Essa sua viagem foi apenas pela República Tcheca? Eu nunca ouvi falar de muitas atrações além de Praga e Cesky Krumlov, vai ser ótimo descobrir que o país merece um tempinho a mais!

Beijos!!!

Fê Costta disse...

Oi Camila!!

Sim, a viagem foi apenas na República Tcheca, fazendo um "grand tour" desde a região central, até ao sul e à famosa região da Boêmia.

As cidades visitadas foram: Praga, Cesky Krumlov, Cesky Budejovice, Karlovy Vary e Kutna Hora.

Infelizmente não houve tempo suficiente para ir até Olomuc e Terezin, duas belas cidades, uma de arquitetura bastante histórica e a outra, cravada com as duras marcas do holocausto. Caso tenha um tempo maior no país, não deixe de vistá-las.

Bjs!

Thiago disse...

Olá Fernanda,
Freqüento de vez em quando seu blog, onde adoro principalmente nos posts que você coloca as imagens, que é o que o pessoal que viaja mais gosta de ver.
Acabei criando um post no meu blog também que relaciona alguns blogs do turismo, onde citei também o seu como referência.
Caso queira dar uma olhada, fique à vontade.
Acredito que essa união dos mais diferentes níveis dos blogueiros seja um ponto importante para o crescimento de informações e opiniões da nossa área.
Abraços e sucesso…

Dani disse...

É incrível a atmosfera que existe em Praga não é? E no post vc consegue passar isso direitinho. Muito legal. Ainda está na Europa? Não querem dar um pulo em Munique?Se estiverem afim já têm lugar pra ficar. Beijos

São disse...

Obrigada por me levar a rever Praga : cemitério judaico, ponte Carlos, casa torta,...
Fico esperando mais.
Tudo de bom.

Guta disse...

Novamente as fotos estão lindas! E adorei que você colocou o edifício do Frank Gehry, um contraste grande entre o antigo e contemporâneo! Se Praga é um museu a céu aberto, não é um museu antiquado, mas atual e inspirador! Gostei muito!
bjus

liza disse...

OLA QUERIDA ADOREI O TEU BLOG, AGORA VISITAREI SEMPRE, PARA SABER AS NOVIDADES DE VIAGEM. EU LI TUA REPORTAGEM SOBRE PRAGA, FIQUEI MAIS ENCANTANDA, ESTOU COM PLANOS DE FICAR 5 DIAS EM SETEMBRO, MAS, ESTOU PROCURANDO POR DICAS DE HOTEL OU POUSADA, COMO NAO CONHECO NADA E NAO TENHO IDEIA DE VALOR ESTOU MEIO PERDIDA. E TALVEZ O MAIOR PROBLEMA É QUE NENHUMA AMIGA ESTA DISPONIVEL!!! IREI SOZINHA, TENS ALGUMA ORIENTAÇAO? JA VIAGEI SOZINHA PARA NAPOLES,ITALIA, E FIQUEI POR 4 DIAS SOZINHA EM BARCELONA, NOS DOIS LUGARES CONHECI PESSOAS INTERESSANTES, E NAO PERDI UM PONTO TURISTICO, NAO TENHO ARREPENDIMENTOS, VOCE ACHA QUE SERA MAIS COMPLICADO? MEU INGLES É MEDIO...RS. BEIJOS.

Fê Costta disse...

Olá Liza!!

Bem, você já está escolada então em viajar sozinha! Fique tranquila porque Praga é muito light neste quesito.

Quanto a hotel, eu não sou adepta dos altos luxos. Meu negócio é categoria turística, com direito à banheiro no quarto e água quente! rs Afinal, vou para o hotel só mesmo para dormir e tomar banho. Minha maior exigência é quanto a localização e no seu caso, como vai viajar sozinha, acho que deveria ser também.

A melhor parte de Praga para se ficar, sem dúvida que é próximo do centro histórico (ou dentro dele se o orçamento comportar). Praga é uma cidade relativamente barata e apesar de usar o Euro, suas tarifas estão muito distante das praticadas na Europa. Lá vc vai pagar a média de 35 euros pelo quarto num hotel 3 estrelas de bom nível.

Agora uma dica; não fique só em Praga! A cidade é deslumbrante, mas a República Tcheca é muito mais do que a gente (e o agente de viagem) imagina! Cesky Krumlov e Karlovy Vary são imperdíveis!! Passeio de um dia para cada um e é cheio de agências na cidade que fazem o passeio... qualquer esquina tem uma banquinha vendendo.

Boa viagem e depois conta como foi!

Grande beijo!!

Antonia disse...

Gostaria que me aconselhasse algumas salas de espectáculo, alguns restaurantes, sff.
Obrigada

Antonia disse...

Gostaria que me aconselhasse algumas salas de espectáculos assim como alguns restaurantes,sff
Obrigada

Antonia disse...

Gostaria que me aconselhasse alguma sala de espetáculo bem como alguns restaurantes, sff.
Obrigada

Tania Sochorova disse...

Dica para quem vai a Praga: Guia em Praga
Tania Sochorova fala portugues, formada em Filosofia, Turismo e Historia faz os tours para os brasileiros que visatam Praga
no site tem tambem fotos, pratos tipicos, concerto, melhores espetáculos
http://www.guia-em-praga.com.br/

Fê Costta disse...

Que bela dica Tânia! Uma tcheca que fala português e é guia em Praga! :)

Melissa disse...

oi tudo bom? nao estou achando a dica de em qual hotel vc ficou hospedada em Praga. Pode me ajudar? em qual vc se hospedou? alguma dica? obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...