Índia - devo ou não ir?

23 comments

Sempre que pensava em ir à Índia, ficava insegura do que pudesse encontrar: muita sujeira, pobreza, multidão de pedintes, enfim, um lugar gerenciado por uma sociedade de costumes que incomodam e cultuador de uma religião estranha de crenças absurdas (quem sou eu para julgar?!). Um país onde o conceito de higiene não existe, mas existem templos para ratos – milhares deles – que à propósito tem mais privilégio que os pobres excluídos dos dalits, a pior linhagem do sistema de castas. Um lugar em que corpos de grávidas e crianças são atirados no rio “sagrado”, enquanto as pessoas oram, se banham e bebem água diariamente. No mesmo rio.

Sem dúvida um grande impacto para a sociedade ocidental, um verdadeiro paradoxo cultural! Sob nossa ótica é desumano, aos olhos daquela população, trata-se do cotidiano de uma vida simples e feliz. Ora, eles que sejam felizes para lá e eu que vá desbravar lugares mais limpos –  E assim, eu tentava persuadir a mim mesma...

Entretanto, havia um dilema no ar. Enquanto Délhi e Varanasi me soavam como uma úlcera, Jaipur e Agra me conduziam aos mais belos sonhos dos marajás, do tempo em que a Índia foi potência um dia. A pujança e riqueza daquela época está impressa nos mínimos detalhes de palácios, fortes militares e mausoléus, sob um estilo espetacular e único que mistura o melhor do persa, hindu e islâmico, tendo como obra prima o Taj Mahal, uma das 7 maravilhas do mundo moderno. E ainda, a explosão de cores do Rajastão e as peculiaridades intrigantes como os encantadores de serpentes e as dezenas de elefantes enfeitados pela cidade me enchiam os olhos...

E assim, meus pensamentos me devoravam, devo ou não ir à Índia? Recorrí aos meus gurus - Marco Polo, Ibn Battuta e Amyr Klink - este último sabiamente falou:

"Um homem precisa viajar por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver."

No impulso de ver o que há de belo, me dispus a quebrar paradigmas e decidir ir.

23 comentários:

Mile disse...

Boa viagem Fê! Nao é um país fácil, um amigo chegou de lá há pouco tempo e é tudo que vc descreveu, sujeira, muita sujeira e falta de higiene por todos os lados. Cuidado com a comida e principalmente com a água, o resto é só desfrutar, conhecer e entender a fundo a cultura daquele povo.
Bjoks

Renata disse...

Nossa Fê, me senti lendo meus próprios pensamentos sobre a Índia. Sempre achei que esse é um lugar de extremos, ou você se apaixona ou odeia. Vou aguardar ansiosamente seus posts sobre a viagem! Espero que você goste e desperte em mim a vontade de conhecer a Índia. Boa sorte, bjs, Renata

Mirella disse...

Oi Fê,
Sabe que ainda não fui a India pelos mesmos motivos! Tenho receio de ir e perder aquela imagem linda e surreal das propandas do Increadible India!
Depois nos conte tudo com detalhes, tá?
Aproveita :)

Katia Bonfadini disse...

Vai sim, Fê!!!!! Ah, eu AMO o Amyr Klink!!!!! Tenho a mesma frase na abertura do meu Orkut!!!! Ele também é meu guru!!!! Eu fiquei meio chocada com algumas coisas que vi no Egito, a pobreza e sujeira me deixaram um pouco incomodada, mas o aprendizado cultural é grande e acho que qualquer viagem vale a pena!!!! Já estou ansiosa pelas fotos!!!! Bjs!

Margarida Nobre disse...



Ora aí está um destino onde eu dificilmente vou pôr os meus pézinhos,principalmente por que há milhões de locais lindos e limpinhos que eu ainda não conheço...hehe...mas estou cheia de curiosidade para ler sobre essa sua viagem...

Beijo

Michel disse...

Feeee lindona, amei teu blog, vi tudo....vamos marcar algo p conversarmos melhor,rsrrsrs, hj a noite vamos ver o jogo no Sheraton Jumeirah...soh casais...nada de mta bagunca...estao convidados, se puderem aparecer estaremos esperando..qto a India em Agosto saberei direitinho como eh...rsrsrrs Deus me ajude!!! Bjus linda! Raquel Feyh

Arthur disse...

Também tenho os mesmos receios. Espero que a sua viagem seja boa e desfaça nossos temores.

Valeu!

Viagem Afora disse...

Fê, sabe que ainda não nos aventuramos pela Índia por termos os mesmos receios que vc, iremos acompanhar aqui a sua viagem para podermos nos inspirar!!
Bj grande e uma ótima viagem !!

Fê Costta disse...

Queridos,

Obrigada pelos votos de uma boa viagem! Foi excelente e fiquei surpresa com o que ví! Já podem acompanhar o novo post... valeu muito à pena ter ido!

Bjks

Silvia Oliveira disse...

Hahahaha, morri de rir com esse texto! Ficou ótimo! É muito importante mesmo a gente saber onde vai pisar... se é do nosso estilo! Fico feliz que tudo tenha dado certo por lá. A Índia é meu maior sonho de consumo atualmente, tratando-se de viagens internacionais! =)

Fê Costta disse...

Olá Silvia!!

Menina, já posso imaginar qual cor de esmalte vc vai passar... Como o país é uma explosão de cores, aposto que cada unha vai ser de uma cor diferente. Claro, todas da Impala! ;)

Bjks

Claudia Liechavicius disse...

Menina! Que belíssimo texto. Com uma inspiração dessas e tanta poesia a India não teria como desagradar você. Viajar é isso. Ser aluno da vida e ver com os próprios olhos as possibilidades de um mundo infinito
Beijo. Saudade de você.
Claudia

Fê Costta disse...

Ei Claudia!!

Obrigada! :)

Ir à Índia é realmente quebrar paradigmas...

Saudades de vc também! E nosso encontro em Agosto, continua de pé?

Bjoooo!

Claudia Liechavicius disse...

Fê!
Acho que vou passar um dia ou dois na sua terrinha. Mas, ainda não tenho certeza. Espero que dê. Vou fazer o possível.
Beijos
Claudia

Socorro disse...

Fernanda,com esta agora, estou louca para conhecer a Índia!!!

CarlaZ disse...

Fe,
sabe que a India ta fora da minha listinha...alias e um dos poucos lugares fora da listinha...nao sei porque mas nao me atrai...
Agora se o Amyr Klink falasse qualquer coisa pra mim eu iria ne!!!
Beijos,
CarlaZ

Anônimo disse...

Finally, an issue that I am passionate about. I have looked for information of this caliber for the last several hours. Your site is greatly appreciated.

Fabiana disse...

Olá Fê!
Vi um dos seus posts sobre a Argentina no site do yahoo e vim parar aqui no seu blog, visitei a sua página de sua viagem à Índia também, gostei muito, deixei o link do meu facebook aqui, sou estudante de turismo e desde criança tenho o sonho de viajar vários lugares do mundo!! (Se bem que, sei que quem estuda turismo não é sempre só viajar)
Amei a frase do Amyr Klink, não conhecia e achei muito interessante, porque também penso que não devemos nos prender aos estereótipos.
Muito legal! Gostaria de manter contato para trocar conhecimentos, experiências e informações, se for possível.
Obrigada.

Fabiana disse...

Olá Fê!
Vi um dos seus posts sobre a Argentina no site do yahoo e vim parar aqui no seu blog, visitei a sua página de sua viagem à Índia também, gostei muito, deixei o link do meu facebook aqui, sou estudante de turismo e desde criança tenho o sonho de viajar vários lugares do mundo!! (Se bem que, sei que quem estuda turismo não é sempre só viajar)
Amei a frase do Amyr Klink, não conhecia e achei muito interessante, porque também penso que não devemos nos prender aos estereótipos.
Muito legal! Gostaria de manter contato para trocar conhecimentos, experiências e informações, se for possível.
Obrigada.

Brenda Tavares disse...

Entao Fe...
Queriamos ir ja agora em Março pra India, mas vimos que faz frio e de frio basta aqui onde estamos. Vi que a melhor época pra ir é entre novembro e março, paraevitar as monçoes, o calor muito forte e o frio exagerado.
Vi voos partindo de Roma com a Turkish por volta de 470 euros por pax.
Ainda nao estabeleci um roteiro, estou relendo os teus posts, colhendo informaçoes e vou depois começar com as perguntas a sua pessoa kkk.

Beijoss!!!! Se nao nos falarmos ate a proxima semana, Boa Virada de Ano!!! Que 2011 tragas muita muchila nas tuas costas!

Beijos!!!

Melissa Araripe disse...

Fê,

Assim como você sou apaixonada por viagens. Estou planejando uma viagem à Índia e gostaria de saber se você foi sozinha ou de excursão. É complicado viajar sozinha na Índia? Você indicaria alguma agência de viagens indiana? Desde já, agradeço. Beijos,

Melissa Araripe

Fê Costta disse...

Acho que nao tem problems ir para a india desacompanhada nao. Eu fui com uma amiga e contatamos um motorista que nos levou para agra e jaipur, valeu muito a pena!
Ja usei tb o servico da india holiday e gostei. Www.indianholiday.com

Anônimo disse...

Realmente não é um lugar pra ir apenas tirar fotos e carregar na mala preconceitos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...