Dicas de viagem - Tailandia

2 comments
Quando ir
 
Embora seu clima seja agradável durante todo ano, a melhor época para ir na Tailandia é de novembro a maio. Tente fugir do período de chuvas (julho a setembro).

 

Como chegar

A Tailândia é um país distante para o brasileiro. São no mínimo 20 horas vôo... mas compensa muito!

Uma boa opção para chegar ao país é via Dubai com a Emirates, via Singapura com a Singaporean Airlines, ou ainda via Johannesburgo com a South Africa Airways. Geralmente são os melhores preços e os stopovers são free. Faça uma comparação de passagens aéreas no skyscanner para ver o que encaixa melhor na sua disponibilidade de tempo, dinheiro e interesse.


Vistos e documentos

Para quem vai à Tailândia, deve ficar atento aos documentos necessários para entrar no país. Embora não seja exigido visto para brasileiros, é obrigatório apresentar comprovante de vacina contra febre amarela. Para quem mora em outros países que não fazem parte do chamado cinturão da febre, basta comprovar com o visto de residência no passaporte do atual país. O procedimento é feito no próprio aeroporto internacional de Bangkok, logo na chegada. Lembre-se que o passaporte deve ter validade mínima de 6 meses.


 
Onde ficar
Existem mais de 700 hotéis em Bangkok! Eu optei por ficar na região de Silom, pela proximidade dos atrativos turísticos, além do acesso ao metrô e ao transporte fluvial. O  hotel Centre Point Silom tem uma infra-estrutura ótima, quartos grandes e bem montados por um preço muito justo: algo em torno de USD 70. Muito bom para um 4 estrelas.

Para uma acomodação mais econômica:
Bangkok Loft Inn 
MHC Guesthouse

Para hospedar-se em grande estilo:
Mandarin Oriental Bangkok
The Peninsula Bangkok
 
 

Roteiro Tailândia:

7 dias:
10 dias:
14 dias:
  • Bangkok e arredores: 5 dias
  • Sukhotai: 1 dia
  • Chiang Mai: 3 dias
  • Phuket: 3 dias
  • Phi Phi: 3 dias
18 dias:
  • Bangkok e arredores: 5 dias
  • Templo dos Tigres: 1 dia
  • Sukhotai: 1 dia
  • Chiang Mai: 3 dias
  • Phuket: 3 dias
  • Phi Phi: 3 dias
  • Krabi: 2 dias
Mais de 18 dias: pense em combinar sua viagem com os países da vizinhança: Camboja; Mianmar; Malásia; Singapura. Confira no site das low cost (Air Asia, Bangkok Airways, Tiger) que voam para a região, é fácil e barato!


 O que é imperdível

·         Bangkok: Wat Phra Kaew (Grand Palace); Wat Pho; Wat Suthat; cruzeiro no rio Chao Phraya; mercado Chatuchak; Massagem tailandesa no Healthy Land; Kao Son Road & Sin City (se estiver no esquema do filme “Se Beber Não Case”).
·         Proximidades de Bangkok: Mercado flutuante Damnoen Saduak; Ayutthaya.
·         Praias: Phuket, Krabi, Phi Phi Island; James Bond Island.

Se não quiser fazer os passeios por conta própria, uma boa opção é ajuntar-se a um grupo de turistas de uma agência local. A Web Asia oferece passeios tradicionais e sob medida. Você pode ainda contratar um motorista para te levar, fazendo assim seus horários e se desvencilhando daqueles grupos grandes de excursão.

 

Compras

A Tailândia é um dos grandes exportadores de artesanato. Seus mercados estão abarrotados de itens decorativos maravilhosos, que no Brasil são vendidos em lojas sofisticadas até 10x mais caros. Aproveite para dar um toque exótico na casa, trazendo budas, estátuas tailandesas, quadros, etc. O mercado Chatuchak é o lugar ideal!


Cuidados básicos para Tailandia

Por ser um país turístico, há muita gente querendo tirar proveito dos turistas. Existem ladrões de carteira e fique atento com os motoristas de tuk tuk (muito loucos por sinal!) e com os taxistas. Para quem vai assistir aos famosos shows de stripper e outras estripulias notórias das tailandesas, tenha cuidado com as moças e preste atenção na conta final. Já escutei diversas estórias de drinks caríssimos incluídos indevidamente e seguranças fortões forçando a barra para o pagamento da mesma. Uma situação um tanto desagradável.

 
Comida

Um país envolto em aromas exóticos e intrigantes! Mesmo sem fome, o apetite é estimulado, a curiosidade vai à mil! Quem não quer se esbaldar com a deliciosa gastronomia tailandesa?

Mas é bom ter cuidado! Barraquinhas de rua vendem pratos típicos por toda a parte por valores irrisórios. As comidas são requentadas várias vezes e ficam expostas durante todo o dia à moscas, poeira e poluição. Não vá estragar sua viagem com uma infecção alimentar...

 
Veja todas as dicas de viagem da Tailândia:
 
 

2 comentários:

Carol Guelber disse...

Oi, Fê! Eu fui pra Tailândia em 2010 e simplesmente me apaixonei.Vendo suas fotos me deu muita saudade...Ainda não tive tempo de escrever sobre este incrível país no meu blog! Bjs Carol Guelber - Vícios de Viagem

Manu disse...

Já fui mas quero voltar!!!! Como não amar a Tailândia, comidas e templos né??
Adorei o post!!

Bjosss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...