Luxor

40 comments
Luxor é a Disneylândia dos apaixonados por história e está localizada há 670 km ao sul do Cairo, sobre a antiga Tebas, a rica capital do império egípcio. Dividida pelo rio Nilo entre a cidade dos vivos e a cidade dos mortos, Luxor guarda os maiores mistérios do apogeu desta civilização. Suas tumbas, templos, monumentos e estátuas são o testemunho das grandiosas conquistas do homem antigo, que começaram a ser erguidas no ano de 2100 a.C.!



Luxor é a cidade dos enigmas... Já dizia a esfinge: "Decifra-me ou devoro-te!"  ...vem decifrá-la comigo!


Templo de Luxor
O templo que deu o nome a cidade mede 260 metros de comprimento por 65 de largura e foi dedicado inicialmente ao deus Amon. Construído por diversos faraós ao longo de séculos, é o único no mundo que possui elementos greco-romano, muçulmano e copta. Após a decadência da cidade, o templo foi encoberto pela areia do deserto e tomada pelos árabes, que ergueram uma mesquita sob sua colunata e criou um mix interessante, sem dúvida! Sua fachada original era composta de dois obeliscos, mas um foi levado para Paris e hoje decora a Praça de La Concorde.  




Templo de Karnak
O templo de Karnak está ligado à Luxor por uma avenida de esfinges de 2 kms de extensão, descoberta há alguns séculos atrás e ainda parcialmente encoberta. É o maior e mais espetacular templo de todo o Egito e levou quase 2 mil anos para ser finalizado. Somente o anexo dedicado à Amon é capaz de comportar a catedral parisiense de Notre Dame inteirinha! O templo ainda consta com a magnífica sala do hipostilo, com suas gigantescas 134 colunas de 25 metros de altura cada, com capitel em formato de papiro de 15 metros de diâmetro que seguem desafiando o tempo! Outras salas ainda mantém o teto intacto (incrível!), com pintura original (mais incrível ainda!) e decoração invejável! Em uma delas está a famosa barca sagrada, responsável por conduzir o faraó à vida eterna junto aos deuses.


Karnak também teve alguns de seus obeliscos removidos, dentre eles, um que fora levado à atual Istambul (na época Constantinopla) para decorar o hipódromo local. Ainda hoje permanece por lá, ao lado da Mesquita Azul.


Deir El-Bahari
É o complexo funerário de alguns faraós, dentre eles, Hatchepsut, a rainha que se "transformou" em homem para legitimar seu reinado como tal. As obras tiveram início no ano de 2050 a.C e além do moderno design em terraços com aproveitamento da bela falésia, possui baixos-relevos que contam a história da vida de Hatchepsut, incluindo uma expedição à Somália.
Em 1998, 60 turistas foram mortos num ataque terrorista ao local. Depois deste triste episódio, o policiamento foi fortemente aumentado e agora, o maior inimigo dos turistas que o visitam, é mesmo o sol.



Vale dos Reis e Vale das Rainhas
Após inúmeros saques nas tumbas reais (já era inclusive tido como profissão na época), o faraó Tutmósis decidiu no século XIII a. C construir sua tumba de maneira escondida, evitando que sua paz eterna fosse incomodada pelos saqueadores. Desta maneira surgiu o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas, que desde então passou a guardar em tumbas subterrâneas as múmias dos faraós, suas esposas e toda a sua riqueza. Apesar disto, todas elas foram saqueadas algum dia ao longo da história, exceto a de Tutankhamon, que foi encontrada intacta no século XVIII pelo arqueólogo Howard Carter. Ainda hoje acredita-se que existem tumbas não exploradas e por este motivo o trabalho de escavação é contínuo. Ao todo já foram levantadas quase 150 tumbas, que vão desde uma única câmara até complexos subterrâneos de 120 câmaras. Em geral as paredes são decoradas com afrescos que contam a história da vida do faraó, desde o nascimento até (e após) a morte.  Infelizmente é proibido fotografar no Vale, mas encontrei na internet alguns espertinhos que o fizeram:

Luxor oferece ainda outros templos, museus e também souks (mercados árabes). Os lugares são interessantíssimos, sobretudo para quem estudou um pouco da história egípcia. É indispensável ir com um guia egiptólogo, que lhe contará detalhes dos quais não encontrará nos livros. Outro benefício de ter um guia é estar protegido. Como os templos são grandes, principalmente Karnak, há lugares que oferecem perigo ao turista desavisado, com nativos que te intimidam por uma bakshesh (gorjeta).

Ah, e não se esqueça: óculos, chapéu, roupas confortáveis, filtro solar e muuuuuita água. Esteja preparado para pagar 10 euros numa garrafa de 1 litro... Nas lojinhas dos templos a água é vendida a preço de ouro e barganhar com egípcio, é a coisa  mais estressante desse mundo!...

Luxor tem aeroporto internacional e recebe vôos diários de diversos países europeus. Cidadões brasileiros podem tirar o visto na chegada pagando uma taxa de USD 15. A cidade oferece boa infra-estrutura turística (próximo post sobre o histórico hotel Winter Palace Luxor) e merece no mínimo 3 dias inteiros para ser explorada.

40 comentários:

Arthur disse...

Trocadilho inescapável: Luxor é um luxo...
Mas, pelo que vemos, as tentativas dos faraós de se protegerem dos ladrões de tumbas não adiantou muito. Problema típico de cidade grande ;)

Fê Costta disse...

É verdade Arthur, desde aquela época que as grandes cidades já sofriam problemas "por serem grandes"...

Muito bem colocado o trocadilho! :)

Regina Rozenbaum disse...

Nooossa Fê, que luxo! Essa série do Egito... fico aqui, quiném um quatro de paus aguardando o escrito e as fotos incríveis que vc teve a "cara de jacarandá" que D'US lhe deu, prá me dizer que é a máquina que é boa!rsrsrs Obrigada pela visita...tô num momento delicado...amanhã começo a dividir com vcs, estou organizando as idéias!
Beijuuss n.c. moça linda de viverrr!

www.toforatodentro.blogspot.com

Fê Costta disse...

Ei Rê!!

"Cara de Jacarandá" foi ótima! rsrs Mas a máquina é mesmo boa... ;)

Bjos e melhoras!

Claudia Bins (Cacau) disse...

oi Fê,

Nossa esse lugar é incrível, adoraria visitar...

O blog Mosaicos do Sul está oferecendo um mimo a seus amigos. O Selo "Blog Oooh-la-la!" está lá para você, sem regras. É só passar e pegar.

Beijo grande e bom domingo.

Cacau

Fê Costta disse...

Oi Cacau!!

Que delícia, vou lá buscar! ;)

Bjos

Vagamundos disse...

Luxor tem de facto muito para se explorar. Bom post!
Bjs

Yoyo Pizy disse...

Então essa viagem é feita sob medida para mim...Adooooro história!Agora só falta planejar...Rs
Bjaum, Fê

Fê Costta disse...

Vagamundos, é como disse o Arthur: "Luxor é um luxo!" ;)

Bjos!

Dri - EveryWhere disse...

Vamos passar 3 dias em Luxor e nossa principal duvida agora eh como nos locomover entre os templos... e como contratar um guia...
Queriamos fazer uma coisa meio "Angkor Wat" e fazer tudo meio independente, mas com algume local nos guiando de um canto pro outro, mas todos os passeios guiados que achei na internet ateh agora estao muito no estilo "onibus de turismo" que nao curto...
Voces reservaram direto lah, ou fazia parte do pacote do Cruzeiro?
Alguma recomendacao?

(P.S. Jah estou morrendo de medo do estrago que o sol vai fazer!)

Fê Costta disse...

Oi Dri!!

Relaxa, em abril o sol ainda estará ameno para os padrões desérticos!

Como eu solicitei um guia em espanhol, o meu grupo era só mesmo a minha família. Foi ótimo porque ficávamos mais independentes, tínhamos um guia só para nós 4 e tinhamos muito mais tempo para rodar, ao contrário dos grupos enormes que vimos por lá. Como o seu guia vai ser inglês mesmo, você provavelment será inserida num grupo grande, caso contrate os passeios por agência.

Nos hotéis eles podem preparar um passeio mais ao seu estilo e claro, vão cobrar mais por isso.

Se vc quiser fazer por conta própria, segue aí uma sugestão:

1o dia: Vale dos Reis e Rainhas; Hatshepsuit (Deir El Bahari); Luxor temple.

2o dia: Luxor Museum e Karnak Temple

3o dia: desbravar a cidade: corniche du Nile (faça um passeio de caleche!); souk; mesquita e overview pela cidade...


O vale dos reis e rainhas não pode entrar com máquina (ela fica travada logo na entrada do parque) e há preços variados de ingressos. O mais básico inclui 3 tumbas, mas é muito pouco. O ideal é curtir um pouco mais, já que se está ali...

Bjos!

Blog Boa Viagem (Luiz Jr.) disse...

Meu Deus Fê!
A cada post você mais me deixa louco de vontade de visitar o Egito!
Muito bomm!!
Bjo!!

Fê Costta disse...

Oi Luiz!

Se está dando vontade só de ler o post, imaginar ver aquilo tudo ao vivo! :)

Dri MIller disse...

Mentira que nao permitem fotos no Vale dos Reis e Rainhas?!?!?

Vc nao sofreu crise de abstinencia? :-)
Eu sofrerei com certeza!!

Obrigada pelas dicas!

Fê Costta disse...

Dri, morrí de raiva da proibição! Mas vai fazer o que, né?... No museu de Luxor eles deixam entrar com máquina, mas não pode tirar foto. De qualquer forma, o policial egípcio, honestíssimo, te leva para algum canto no museu em que a câmera de vigilância nao pega a imagem e te libera de tirar foto ali, claro, pagando uma bakshesh antes! Êita povinho... Vai se acostumando! rs

Fê Costta disse...

Oi Yoyo!!

Planeja sim! Mas planeja para realizar, não só para ficar no papel... rs

Bjão

Tozé Franco disse...

Ora viva.
Que inveja. Ando há anos a adiar a ida ao Egipto. Há anos aé fiz uma canção para uns alunos meus de História que concorreram a um festival de música e que falava disso:
"Numa visita de estudo
Nós fomos ao Egipto
Com o nosso professor
Que nisso era perito
Fomos visitar tanta coisa
Até o túmulo do Ramsés
e etc...
Um abraço

Fê Costta disse...

Pois Tozé, você certamente seria um dos leitores que mais saberia apreciar o Egito.

Não adie mais sua ida! ;)

Abs

Teté disse...

não deu p eu ir p Luxor, da proxima irei!
sobre o Líbano - fiquei hospedada na casa de uma família, e eles me levaram para conhecer as cidades e fazer os passeios então não fiz tour... mas no aeroporto tem information desk com folhetos de tours. Boa viagemmmm! vc vai amar! bjo

Fê Costta disse...

Oi Tetê!!

Vou procurar algo pela internet... Mas, sem estereotipar, libanês é fodah de negociar! A gente nunca sabe o que vai encontrar reservando um serviço por email. rs

Enfim, depois te conto!

Bjos

Viagem Afora disse...

Fê, que lugar encantado. Mas as suas fotos estão arrasadoras, de verdade ficamos aqui babando !!!
Gostariamos de saber se podemos citar o "Viaggio Mondo" como referencia no passeio de balão na Capadocia, no post q vamos publicar na proxima sexta?
Beijo grande

Fê Costta disse...

Ei casal viajante!!

Nossa, quanta honra!! Pode me citar sim no post sobre o vôo de balão da Capadócia! ;)

Bjo grande!

Priscila Ferreira disse...

FÊ!!!
Como sempre fotos lindíssimas que nos inspiram a planejar uma viagem linda dessas !!!
Obrigada por compartilhar conosco!!
Bjuuu
Pri

Fê Costta disse...

Oi Pri!

Obrigada querida!! ;)

Bjinhos para vc!!

Orlani Junior disse...

Oi, Fê!
Estou aqui vendo e indicando aos amigos para visitarem seu blog. Estou maravilhado com essa sua viagem.
Inacreditável!
Beijo

Fê Costta disse...

Olá Orlani!!

Que bacana, obrigada!! ;)

Continua viajando por aqui!

Abs!

Luisa disse...

Fe,
Faz tempo que eu estou com uma viagem pro Egito engavetada, sò esperando um feriadao bom em baixa temporada e com pouco sol...
Enquanto isso, leio seus posts e fico sonhando!
Bjs

Fê Costta disse...

Ei Luisa!

É verdade, tem que associar tudo isso para ter uma viagem legal para o Egito! ;)

Sua série sobre a ilha de Malta está maravilhosa!! Estou super interessada em conhecê-la agora!! Mdina então, espetacular!!!

Bjo grande!

Claudia Liechavicius disse...

Caramba, Fê!!!
Que lugar denso. Cheio de história. Incrível. As fotos estão maravilhosas. Como era a temperatura? Insuportável? Qual a época mais amena do ano??
Bjs
Claudia
OBS: Chego aí dia 24 de abril. Você vai estar na cidade?

Daniel disse...

Muito legal seu blog, estou escrevendo um com alguns amigos que gostam de viajar!!! aparece lá e me dê sua opnião, vai ser muito importante!
abraço!
http://wikiviagens.blogspot.com/

Fê Costta disse...

Ei Cláuda!

A tempertura em outubro ainda era alta demais! Sobretudo que se passa grande parte do dia caminhando entre os templos debaixo daquele solão... Acho que fim de novembro deve ser bem mais agradável!! E de maio a agosto, nem pensar!!

Que bom, dia 24 estarei aqui sim!! Me dá seu email pra gente combinar!!

Bjs

Fê Costta disse...

Oi Daniel!!

Parabéns pelo blog! Depois quero pegar com vc umas dicas da Nova Zelândia!

Abs!

Mirella disse...

Fê... que quero ir :)
bjs

Fê Costta disse...

Ei Mirella!!

Você que tem um currículo tão extenso de viagens, não pode deixar faltar o Egito! rs Tenho certeza que vai adorar!!!

Bjo grande!

Katia Bonfadini disse...

Oi, Fê!!!! Obrigada pelo comentário no post do Frozen e pela correção! Eu também estive nesse templo e só depois soube que foi o lugar onde ocorreu o terrível massacre aos turistas nos anos 90...coloquei até o link no post que escrevi sobre o templo da rainha Hachepsut. Menina, estou doida pra colocar seu post como convidada no ar!!!!! Mas antes eu gostaria de falar da minha lista de desejos num post anterior e depois te apresentar como convidada e dizer que você realizou um dos meus desejos que é o passeio de balão sobrevoando a Capadócia, que tal? Pensei em colocar o post na primeira semana de julho, pode ser???? Mil beijos e muito obrigada!!!!

Cris disse...

Oi Fê! Muito legal os posts sobre o Egito, pena que só vi agora! De qualquer forma estou adorando passear por aqui. De tanto ter que contar como foi a minha viagem resolvi fazer um blog tb, e confesso que voce é minha inspiradora..rsrsrs! Muito lindas as suas fotos e os posts são ótimos. Um bjão Cris

Fê Costta disse...

Ei Cris!!

Que legal!!! Fico feliz! ;) Manda o endereço do blog aí para a gente te prestigiar!! :)

Bjokas!!

PêEsse disse...

Fernanda, tenho algumas dúvidas práticas. Você chegou no Egito pelo Cairo, não foi? Qual foi sua opção para ir do aeroporto ao hotel? E do Cairo até Luxor, você vôou ou foi de trem? Se tiver voado, qual foi a empresa? Ainda se lembra quanto custou?

A tendência é que eu aos poucos vá aparecendo por aqui com umas dúvidas de planejamento. Espero não estar abusando...

Obrigadão.

PêEsse disse...

Fernanda, para esses três dias em Luxor, qual o meio de transporte que você recomenda? Táxi mesmo? E onde você contratou esse guia em espanhol?

Fê Costta disse...

Ola PeEsse!!!
Desculpa a demora em responder! Estive em 10 paises nos ultimos 30 dias e fiquei meio "zureta" e sem tempo completamente!
Em luxor eu fiquei hospedada no winter palace ( tem um post so sobre ele) e fiz o passeio de barco ate aswan, logo os passeios foram feitos via barco, que contatei no site da viator.com. Era o melhor preco e ainda incluia guia em espanhol. Este guia nos budvouno hotel para fazer os passeios ao vale dos reis e rainhas e ao museu de luxor. Fui para o cairo de egyptair e peguei um taxi ate meu hotel. Ehpreciso negociar antes, pois eles cobram alto de primeira. O povo dificil de negociar.... Suoer desgastante!
Abs e boa sorte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...