Assuã & Filae

16 comments


A cidade egípcia de Assuã é famosa pela barragem de mesmo nome, construída em fins do século XIX e duplicada durante a década de 50, possibilitando a formação do Lago Nasser, o 2o maior do mundo, com 500 kms de extensão. A construção seria à princípio financiada por Inglaterra e Estados Unidos, porém, ambos desistiram da idéia e o Egito se viu sem recursos para construí-la. Tentando angariar fundos para a obra, decidiu nacionalizar o canal de Suez, até então de propriedade da Inglaterra, e com isso, a proprietária invadiu o país juntamente com França e Israel, no que ficou conhecido como Guerra de Suez. A guerra passou e o importante é que a barragem foi duplicada com sucesso!



Com a construção do lago, 24 obras tiveram que ser removidas de seus lugares originais, dentre elas, o templo de Filae (abaixo) e o de Abu Simbel (no post a seguir). Após a primeira construção da barragem, Filae ficou completamente submersa e só muitas décadas depois foi transportada para outro lugar, sendo um dos templos mais conservados do período ptolomaico.


Os painés do templo são também bem conservados, apesar do vandalismo dos povos ao longo dos anos, como pode ser visto na última foto desta sequência, em que o rosto da mãe do faraó foi arrancado numa cena em que ela amamentava o filho:



Assuã também era conhecido por ser um banco de rocha granítica. Era dali que saiam as esculturas para os mais nobres templos do país. É iteressante conhecer o obelisco inacabado, encomendado pela faraó Hatshepsuit como o maior obelisco de todo Egito, mas uma fissura na rocha após sua primeira preparação fez com que o mesmo fosse abandonado. E lá está até hoje, parcialmente colado a montanha e já quase totalmente esculpido, medindo 41 metros de comprimento e pesando 1,2 toneladas.


16 comentários:

Brenda Tavares disse...

Como sempre fotos lindas e informações preciosas!

Fê Costta disse...

Oi Brenda!!

Obrigada! ;)

Beijinhos!

Camila disse...

Fê, acho tão impressionante o transporte desses monumentos! E agora está chegando a parte que eu mais esperava: Abu Simbel!

Beijos!

Mile disse...

Obrigada pela aula de história, na verdade conhecia muito pouco do Egito.
Bjoks

Fê Costta disse...

Camila,

Eu sabia que vc ia adorar! Não me esqueço das informações que trocamos sobre Ramsés, a Batalha de Qadesh e os Hititas. No próximo post tem mais, para fechar o Egito com chave de ouro! :)

Bjos!

Fê Costta disse...

Mile,

Eu também conhecia muito pouco do Egito antes de ir lá e é por isso que amo viajar! A gente conhece coisas novas na prática e não esquece nunca mais! Muiiito bom! ;)

E aí, como é que estão os preparativos para o Brasil em Maio?

Bjos querida!

Claudia Liechavicius disse...

O Egito é cheio de peculiaridades! As fotos estão incríveis! Mas, o clima é seco demais, né? Haja água para suportar.
Bj
Claudia

Mile disse...

Pois é Fê, contando os dias, amanha mesmo vou às compras e tb estou pesquisando sobre coisas que fazer e visitar no Rio, Buzios/Angra...cant wait amigaaaaaaa
Bjoks

Fê Costta disse...

Oi Claúdia!!

É realmente muito seco, e claro, quente! Haja água e haja dinheiro para comprá-la, pois eles aproveitam a situação e cobram uma fortuna, principalmente na saída dos templos, quando vc está mais morto do que vivo... rs

Bjos e até semana que vem, hein?! ;)

Fê Costta disse...

Uau Mile, que delícia!!

Aproveita muito e come tudo de bom que nossa terrinha oferece! ;)

BJos

Arthur disse...

Oi Fê, tem um problema de atualização no meu micro que também acontece com o blog da Camila: o último post que aparece para mim é o de Luxor (no da Camila, aparece ainda o da "viagem cancelada ao Chile"). Deve ser algum problema no meu IP, mas só acontece no blogger. Cheguei aqui pela coluna "últimos posts"!

Bom, mas vou contribuir para as informações do 'ótimo post: na Guerra de Suez, foi a primeira vez que EUA e URSS ficaram do mesmo lado: Inglaterra e França quiseram invadir o Egito, como vc relatou, e mandaram Israel na frente. Quando as novas superpotências souberam disso, se uniram e mandaram parar com a brincadeira, para mostrar quem eram os novos donos do mundo do pós-guerra. Ingleses, franceses e israelenses botaram o galho dentro e saíram à francesa...
E assim a Europa deixou de contar no tabuleiro político, depois de mil anos. Os pitboys do bairro eram agora os EUA e a URSS.

Fê Costta disse...

Olá Arthur!

Estava mesmo sentindo falta dos seus comentários e já entendí porque andava sumido... Achou que não estava tendo atualização aqui no viaggio, já que através do seu navegador não atualizava, né? Tomara que não seja nenhum vírus e continua voltando semanalmente, toda 6a feira tem novidade! ;)


Maravilha o seu comentário! Como sempre, muito enriquecedor e consistente! Pelo visto o evento acabou mesmo com a moral da Inglaterra, tão senhora do mundo, viu seu status ir por água abaixo... rs

Saudações e obrigada mais uma vez pela presença sempre agradável!

Camila disse...

Fê, você não está no twitter?

Arthur disse...

Oi Fê, eu tinha percebido o problema das atualizações, mas agora descobri a coluna dos últimos posts, aí já resolve. Obrigado!
Te mandei um e-mail há umas semanas sobre umas dúvidas turísticas, mas acho que não chegou. Seu e-mail é aquele do hotmail mesmo?
O meu é arthurpf arroba hotmail com

Abraços!

Matheus Vieira disse...

Oi Fernanda! O Egito é realmente lindo, um dia eu vou :D Se você pudesse me dizer, com que empresa aérea você foi para o Egito?
Descobri esse blog agora e tô adorando, muito interessante!

Fê Costta disse...

Olá Matheus!!

Seja muito bem vindo à bordo!! ;)

Eu fui para o Egito direto do Nepal, logo peguei uma cia aérea que provavelmente vc nao pegaria.

Enfim, saindo do Brasil, vc pode fazer qualquer cia aérea européia, com escala no velho continente, dentre as quais sugiro: Air France, Lufthansa, Turkish Air (a mais barata de todas a ainda ganha um stopover em istambul free!!). A Egypt Air é a cia aérea oficial do Egito e nao tenho certeza se fazem Sao Paulo direto, em todos casos, também voam para qualquer país europeu. Outra dica é via Dubai pela Emirates.

Vai se programando aí, o Egito é mesmo incrível e não tem quem nao goste! O ideal é conciliar a viagem junto com outro roteiro nas redondezas, como Turquia, Grécia, Jordânia ou Dubai.

Saudações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...