Pashupatinath - a Varanasi do Nepal

20 comments


Apesar de estar localizada no Nepal, é impossível  negar a semelhança de Pashupatinath com a cidade sagrada indiana de Varanasi. Embora uma seja cidade e a outra um templo, à propósito, um dos maiores  do mundo hindu, ambas são cenário da cremação de corpos nos ghats. Os ghats são escadarias às margens do rio, onde os fiéis se banham e fazem seus rituais de adoração. Ser cremado ali significa alcançar o Nirvana, o objetivo da vida (e da morte) do hindu.


Enquanto uns rezam, outros lavam roupa...

Pashupatinath é o mais antigo templo do Nepal e é dedicado ao deus Shiva, uma das maiores entidades do hinduísmo. Conta a lenda que Shiva, cansado do seu reino e a à procura de algum lugar mais interessante, encontrou Pashupatinath e adotou-o como seu , tornando-se por si mesmo o deus-mor daquela região. Quando os deuses Ganesh e Vishnu descobriram seu lugar secreto e perceberam a sua falta de humildade, quebraram o chifre de Shiva e o utlizaram para construir o primeiro lingan do templo. Tal fato foi considerado lenda até que fora avistada uma vaca pastando próximo ao que se julga ser o lingan desaparecido. Assim, o templo foi erguido e desde então, corpos de hindus vêm diariamente de todo o país para ser cremado nos ghats de Pashupatinath.

os caixões só servem para transportar os corpos

O lingan é um dos mais importantes símbolos hindus e representa a Fecundidade. Trata-se de uma escultura inspirada no formato do pênis - calma pessoal! não tem qualquer conotação sexual - e está sempre presente nos locais dedicados à Shiva.

A entrada ao templo é restrita aos hindus, sendo permitido aos turistas avistá-lo apenas do outro lado da margem do rio Bagmati. Os turistas podem até ser proibidos de entrar, mas a objetiva entra de qualquer jeito:

O que ela revela é o que já sabemos sobre os templos hindus: muita sujeira e animais soltos. Aliás, os macacos estão por toda parte. Como se vê, parece que o lugar não agrada só à Shiva. Hanuman, o deus-macaco também é frequentador assíduo...

20 comentários:

Katia Bonfadini disse...

Menina, que fotos lindas!!!! Eu recomendei seu blog pra outra amiga e ela amou!!!!! Já linkou nos preferidos dela! Eu adoro seus relatos de viagem e seus destinos mais exóticos. Infelizmente, nem sempRe consigo companhia pra esses passeios fora do padrão, mas já cOnsegui ir à China, Japão, Tunísia e Egito! E também à Cesky Krumlov e Bratislava. Eu adoro seus posts e me inspiro nas suas viagens! Será que eu posso te fazer um convite? Adoraria que vc fosse minha próxima convidada!!!!! Recebo alguns amigos que tratam de assuntos diversos e adoraria ter você como convidada da Bonfa. Você poderia mesmo repetir uma das suas postagens lá pra que não tenha muito trabalho... O que acha? Eu fcaria lisonjeda!!!! Pra ter ideia dos convidados que já recebi no blog, te mando esse link: http://casosecoisasdabonfa.blogspot.com/search/label/Bonfa%20convida

Que tal????

Mil beijos e parabéns pelo blog delicioso que me dá vontade de sair desbravando o mundo cada vez mais!!!!!

Luisa disse...

Fe,
Sabe que eu morro de vontade de me aventurar pelo Nepal, India..., mas leio tanto sobre a sujeira, sobre os animais soltos e sobre a falta de higiene, que a minha frescura vai sempre adiando a viagem...
Mas, mais cedo ou mais tarde, vou ter que encarar! Sujos ou limpos, esses lugares parecem fantasticos!
Bjs

Fê Costta disse...

Ei Kátia!!

Que delícia de mensagem!!! As portas estão abertas para vir sempre viajar comigo! :)

Será um prazer participar da entrevista, é só me falar! Anota meu email aí: fecostta@hotmail.com

Bjos!!

Fê Costta disse...

Katia, esquecí de comentar: China & Japão estão na minha listinha, um dia vou com certeza!! Tunísia também, minha maior amiga em Dubai é de lá e sempre fica me falando sobre Tunis, "Sid busaid" e Cártago... Morro de vontade! Inshallah no próximo ano! :)

Bjooo

Fê Costta disse...

Luisa

Este sempre foi meu maior dilema quanto a conhecer India e Nepal. Por fim, criei coragem e fiz um "estágio" no Nepal. Agora, já preparada, embarco para a Índia dentro de alguns dias... Vamos ver o que vou encontrar por lá! rs

Nas próximas semanas eu conto! :)

Bjs!

Claudia Liechavicius disse...

Alguns lugares (especialmente na Ásia) são cheios de crendices tão distantes das nossas. Muito doido. Muitos deuses. Adoro! Como isso é enriquecedor. A cultura de cada lugar é muito singular e ajuda a abrir nossos horizontes.
Bj
Claudia
Ah. Devo passar por aí novamente em meados de agosto. Depois te falo a data certa.

Matheus Vieira disse...

Realmente, você tem uma coragem e tanto! Morro de medo de animais à solta, depois de uma experiência que eu tive no zoológico de São Paulo eu fiquei traumatizado. Macacos começaram a pular no teto do carro! Enfim, assustador.
Mas parece ser um lugar muito fascinante, acho que todo lugar que tem um impacto cultural tão grande como esse deve ser ;)

Fê Costta disse...

Claudia,

Visitar estes lugares é quebrar paradigmas constantemente (e no final continuar preferindo os nossos antigos valores e crenças! hahah).

Brincadeiras à parte, também adoro! Faz a gente enxergar o mundo de outra forma! :)

Menina, que fantástico!! Vamos nos encontrar de novo!! Assim que tiver a data confirmada, me fala para eu me programar. Quero te levar em Sharjah, o terceiro maior emirado.

Bjs

Fê Costta disse...

Oi Matheus!

Sim, de fato é fascinante. A primeira impressão é impactante, mas logo quebra-se paradigmas e começa-se a curtir o lugar como deve ser.

Bem, estes animais a solta aí são muito pacíficos e nem dão bola para os turistas. Agora, se vc for hindu, ele conversam com vc e te contam como é o paraíso... rs

Vc não gosta muito de animais? Veja o que vivenciei na Argentina, em Luján: http://www.viaggio-mondo.com/search/label/luj%C3%A1n

Matheus Vieira disse...

Não é que eu não goste, é que eu já tive umas experiências traumatizantes com animais não muito comuns na vida urbana.
Coragem a sua de tirar foto com um tigre! rs
Mas já que são domesticados, quem sabe eu dou uma esticada até lá na minha próxima visita à capital portenha ;)

Mile disse...

Quanta coisa interessante, eu tenho um certo fascínio pela cultura asiática e meus países do sonho pra conhecer na Asia sao China e Japao.
Bjoks

Fê Costta disse...

Ei Mile, saltadora da Gávea! :)

Nossa, tb sou louca para conhecer a China! Deve ser incrível!

Bjos & welcome back!

Brenda Tavares disse...

Fortes as fotos dos corpos a serem cremados.
Eu tô ma pilha Fê, malas quase prontas, ponho o pé na estrada domingo.
Espero que dê tudo certo!
Bom prosseguimento de viagem pra ti!

Fê Costta disse...

Ei Brenda!

Boa viagem para vc, aproveita bastante o Egito! Não esqueçe de tirar muitas fotos para mostrar pra gente! :) Bjs

Katia Bonfadini disse...

Que máximo que vc gostou do meu convite, Fê!!!!!!! Acabei de ver que você também esteve na Finlândia!!!! Passei um dia em Helsinque e achei a cidade muito fofa! Nossa, como o mundo é imenso, né? Meu marido agora está empolgadíssimo pra conhecer a Hungria, Romênia e Bulgária, dando uma passadinha na Turquia. Aliás, a Turquia precisa de uma viagem de 20 dias só pra ela, deve ser um lugar sensacional!!!!!!!

Então fique à vontade pra escrever sobre o quisere quando quiser, a honra é toda minha!!!! MIL BEIJOS E UM LINDO FINAL DE SEMANA!

Fê Costta disse...

Eu adorei o astral de Helsink! Também fiquei lá um dia só, fui à partir de Talin, na Estônia, mas valeu muito à pena! :)

Que honra!!Vou adorar rever a minha aventura de balão pela Capadócia no seu blog!

Bjao!!

Camila disse...

Fê, a diferença cultural é enorme! O que para eles é natural, para nós é tão chocante! E a forma como os diferentes povos lidam com a morte me impressiona muito. Apesar de tudo, vale muito a pena conhecer, né?

Beijos!

Renata disse...

Oi! Muito legal seu Blog, fotos maravilhosas, bem escrito, enfim, amei! Espero que meu blog cresça e e tenha tantos fãs como o seu! Se tiver um tempo, dê uma passadinha por lá: paixaoporviagens.blogspot.com
bjs
Renata

Fê Costta disse...

Ei Camila!

É de fato impactante, mas sem dúvida, interessante. Vale à pena sim! :)

Menina, sabe que quanto mais viajo pela Ásia e pelo Oriente Médio, mais valorizo O Brasil? Apesar de todos os problemas do nosso país, estamos anos-luz á frente de tantos outros países, no que tange a urbanização, organização, limpeza, legislação, dentre outros. Agora vejo Belo Horizonte com outros olhos... :)

Bjs

Fê Costta disse...

Oi Renata!

Que bom, mais uma apaixonada com viagens! :)

Volta sempre!

Bjks

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...