Taj Mahal

27 comments

Sublime, único, esplendoroso! O Taj Mahal é um mito. Dono de uma imponência harmoniosa, sua elegante construção em mármore branco, com minaretes esguios e a doce cúpula ao centro parecem ter saído de um conto de fadas. Aliás, de fato saiu, mas foi uma história real!

O Taj Mahal eternizou a história de amor entre o imperador indiano Shah Jahan e sua esposa Mumtaz Mahal. Numa época em que os imperadores possuiam dezenas de mulheres e centenas de concubinas, Shah Jahan dedicou-se a amar apenas uma mulher. O casal teve 14 filhos e a esposa morreu no parto do último herdeiro. Inconsolável com a perda, Shah Jahan decidiu construir um mausoléu a altura do amor que ele sentia e reuniu os melhores arquitetos para erguerem aquele que seria o Palácio Mahal, ou Taj Mahal.

A construção levou 22 anos para ser concluída, gastou 20 mil homens e custou aproximadamente 0,5 bilhão de rúpias. Além disso, consumiu 500 kg de ouro e outros tantos de diamantes e turquesas. Tamanho rombo ocasionou a prisão de Shah Jahan pelo seu próprio filho, Aurangzeb, que lhe tomou o poder alegando gasto "público" exacerbado. Restou ao apaixonado imperador acompanhar o restante da construção pela janela de seu palácio até a sua morte, 7 anos mais tarde.


A obra de arte foi finalizada no ano de 1655 e em 2007 foi eleita uma das 7 maravilhas do mundo moderno. O merecido título não veio apenas pela fabulosa arquitetura e encantada história que o cerca, mas sobretudo pelo riquíssimo e minucioso trabalho decorativo feito em pietra-dura.

A técnica pietra-dura consiste em escavar o mármore em aproximadamente 2mm e preenchê-lo com outras pedras formando desenhos. Parece simples? Imagine selecionar e recortar as pedras preciosas e semi preciosas, de forma delicada, até que juntas formem imagens em sua mais perfeita criação de nuances e sombras. O mármore perde a sua frieza e dureza e ganha vida!


A fachada que de longe parecia de um branco puro, de perto revela o delicado trabalho artístico:

Mármore ou gesso? As paredes perderam seu aspecto frio e rígido e ganharam alegria também com as milhares de flores esculpidas no mármore.

O mármore, advindo do Rajastão, é translúcido e permite que o interior do Taj Mahal fique sempre claro durante o dia. Além disso, sua cor altera conforme a incidência da luz do sol, indo do azulado durante o amanhecer, ao branco, rosado e amarelado ao entardecer. A lua cheia também é capaz de mudá-lo (Se quiser visitá-lo à noite, seja esperto: são apenas poucas noites disponíveis e os ingressos são limitados (e caros!).

Shah Jahan era muçulmano e por este motivo o projeto do Taj Mahal assemelha-se ao de uma mesquita. Tal qual no mundo islâmico, os minaretes possuem um status artístico elevado e assim, deveriam também ser ricamente decorados:


Outra coincidência com as mesquitas é que o Taj Mahal é invadido por pássaros que o sobrevoam enigmaticamente em torno da sua principal cúpula, fenômeno também observado nas mesquitas de Istambul. (ver 4a e 5a foto acima).

O complexo do Taj Mahal abrange ainda outras construções além do mausoléu. São portais, palácios e mesquitas magníficas, tão ricas quanto, porém, trabalhado em mármore vermelho:


O Taj Mahal é tombado pela Unesco como patrimônio histórico-cultural da humanidade e faz jus ao título de Maravilha do Novo Mundo. O que fora um rombo nos cofres públicos daquela época, hoje é o maior atrativo turístico de toda Índia e só ele movimenta em torno de USD 200 milhões ao ano e recebe 20 milhões de turistas. O "investimento" incial já fora pago há muito tempo! Salve, salve Shah Jahan!

A visita pode variar de 2 a 12 horas, dependendo da disponibilidade e vontade do turista. Há pessoas que chegam ao amanhecer e ficam até o entardecer, visando fotografar o monumento sob diferentes luzes.O Taj abre todos os dias - exceto sexta-feira - de 6 am às 7 pm e a entrada custa 750 rúpias, o que significa aproximadamente USD 16. Para visitá-lo à noite é permitido de 20:30 às 00:30 durante o período da lua cheia e o ingresso só é vendido com antecedência. Um passeio sem dúvida, inesquecível!


O Taj Mahal está localizado na cidade de Agra, no estado indiano de Uttar Pradesh. Faz parte do circuito intitulado de Triângulo Dourado, juntamente com Jaipur e Nova Délhi.

Veja todos os posts com dicas de viagem para a Índia:
Taj Mahal - uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno
Agra Fort - a prisão do imperador Shah Jahan
Fatehpur Sikri - a cidade fantasma
Jaipur - a cidade rosa
Jaipur - os palácios dos marajás
Jaipur - o observatório Jantar Mantar
Amber e seus fortes
Índia, devo ou não ir?

Aproveite para inserir no roteiro para a Índia algum país da vizinhança:
Nepal: Katmandu, Himalaias, Monte Everest e muito mais!
Sri Lanka: Surpreendente! Belas praias, história e ótima aventura!
Maldivas: o verdadeiro paraíso na Terra, as praias mais belas do mundo!

Veja também outros países da Ásia.

27 comentários:

Camila disse...

Nossa, Fê, os detalhes são impressionantes! De perto o Palácio parece ser ainda mais bonito!

Tudo bem que os gastos foram meio exagerados, mas aposto que o investimento foi recuperado rapidinho. ;)

Beijos!

Arthur disse...

Belíssimo. Há uma lenda segundo a qual o projeto incluiria um Taj Mahal negro do outro lado do rio (nos fundos), mas ainda não se sabe se isso procede.
De qualquer forma, Jorge Ben já eternizou definitivamente o Taj Mahal...

Matheus Vieira disse...

Legal o contraste da última foto, um palácio no meio do nada... Incrível arquitetura, perfeccionismo inédito.

Fê Costta disse...

Ei Camila!

Vc me lembrou de uma informação que eu estava esquecendo! Já completei o texto, veja:

"O que fora um rombo nos cofres públicos daquela época, hoje é o maior atrativo turístico de toda Índia e só ele movimenta em torno de USD 200 milhões ao ano e recebe 20 milhões de turistas. O "investimento" incial já fora pago há muito tempo! Salve, salve Shah Jahan!"

Bjks!

Fê Costta disse...

Oi Arthur,

Sim, a história procede, porém a construção não passou do patamar inicial, que ainda é possível vê-lo do outro lado do rio Yamuna. Pena... teria ficado lindo um Taj Mahal negro ali...

Fê Costta disse...

Olá Matheus,

Pois isso realmente me surpreendeu no Taj Mahal. Eu imaginava que ele estaria envolto de favelas, tal qual as pirâmides de Gizé. Mas o entorno dele, ao menos no que tange na parte do fundo são platôs intactos junto ao rio Yamuna. A paisagem fica completa!

Claudia Liechavicius disse...

Fê!
Simplesmente deslumbrante. E, acho a história de amor linda. Uau!!!
Beijo

Fê Costta disse...

Claudia, vc vai adorar conhecer!! É realmente encantador! :)

bjo

Dri Miller disse...

Sensacional!
Era oque eu precisava pra me convencer!
Pronto, India e Nepal serao A grande viagem de 2011! :-)

Brenda Tavares disse...

Está na minha lista dos lugares onde quero ir. Espero logo!!!
Adorei o posto, me deixou com mais vontade ainda.

Fê Costta disse...

Dri,

Já que vai ser a grande viagem, sugiro vc conciliar também com o Butão. Parece estranho, mas lá é lindo e do Nepal ou da Índia é facílimo!

Depois procura no google sobre Thimpu e o Mosteiro sob as montanhas, é lindo!

Veja: http://bhutan.indianholiday.com/index.html

Fê Costta disse...

Ei Brenda!

Da Itália para a Índia nem fica tão caro assim. Depois procura na Jet Airways e tb na Air India.

Ps: adorei suas fotos do Egito.

Bjs

Katia Bonfadini disse...

Fê, suas fotos estão maravilhosas!!!! Adorei esse post dedicado ao Taj Mahal e sua história e foi uma delícia ver as fotos dos detalhes da fachada, que trabalho lindo e sensacional!!!!! Beijão!!!!!

Fê Costta disse...

Ei Kátia!!

Não se fazem mais imperadores como antigamente... rs

Bjs

Vagamundos disse...

A India é um dos paises que mais tem para dar ao viajante. Queremos muito ir lá. E temos de ficar pelo menos 1 mês!
Bjs

Fê Costta disse...

É verdade! Dá cólera, pólio, malária, febre amarela, infeção intestinal... hahahah Brincadeira Vagamundos, só mesmo para não perder a piada. :)

Beijinhos!

Katia Bonfadini disse...

Fê, programei sua participação especial como CONVIDADA DA BONFA para essa sexta, tudo bem? Amei seu texto, suas lindas fotos e o fato de você ter realizado um grande sonho meu!!!!! Espero poder fazer o mesmo em breve!!!! Grande beijo e muito obrigada por aceitar meu convite!

Manu disse...

Fe,
definitivamente meu proximo destino!
AMEI essa sua viagem.

Bjoss

Manu disse...

Fe,
definitivamente meu proximo destino!!!!!
AMO a India de coracaoooo!


Bjsss

Fê Costta disse...

Ei Kátia!!

Que bom que gostou das fotos do Taj!! Mas garanto que vai gostar ainda mais ao vivo! ;)

Tô ansiosa com a sexta-feira! :)

Bjks

Fê Costta disse...

Ei Manu!!

A viagem ainda segue nas próximas semanas, com Agra, Fatherpur Sikri, Jaipur e Amber. Acompanhe! :)

Katia Bonfadini disse...

Oi, Fê!!!!! Muito obrigada por aceitar meu convite! Essa viagem deve ter sido realmente um sonho!!!! E Pamukkale? Já tinha visto muitas fotos do lugar, mas as suas estão sensacionais!!!! E que delícia seu próximo destino! Vou ficar de olho nas suas aventuras!!!! Bjs!

Fê Costta disse...

Katia querida,

Eu é que agradeço o convite!! Beijo enorme!!!

Ana - Viajar é tudibom! disse...

Oi Fê, adorei encontrar o seu blog!
Lí sobre a sua viagem e conseguí viajar junto tmbém lá no blog da Bonfa.
Lindas as fotos, parabéns!
Agora ainda mais me sinto "um grão de areia no oceano" diante de tantas belezas que ainda quero conhecer.
Vc é uma privilegiada! PARABÉNS
Estarei te seguindo, conto com sua visita lá no meu cantinho
Viajar é tudibom!
www.anaeguto.blogspot.com

Bjinhos e bom final de semana
Ana

Fê Costta disse...

Oi Ana!!
Obrigada pela visitinha!! :) Vc tem razão, "viajar é tudo di bom" mesmoooo! ;) Minha paixão tb!!

Bjos

Grasi disse...

Fê... amei tuas dicas, amei teu blog, amei tudo por aqui.
Virei tua seguidora, tá?!
Bjão e um domingo super iluminado.

Fê Costta disse...

Ei Grasi!

Que bom!! :)

Volta sempre!!

Bjks

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...