Fatehpur Sikri: a cidade-fantasma

20 comments
Se o Taj Mahal é uma assinatura do estilo romântico do reinado de Shah Jahan, Fatehpur Sikri é um autógrafo de Akbar, construído quase um século antes, em 1570. O grande imperador Akbar idealizou a cidade de Fatehpur Sikri para ser a nova capital do império e aproveiteou para homenagear o santo sufi que lhe abençoaria com um herdeiro. À propósito, este é um dos grandes motivos que casais indianos sem filhos visitam o lugar frequentemente.


Fatehpur Sikri foi toda construída em pedra arenosa vermelha, a grande paixão de Akbar. Além da cor e da textura, a pedra arenosa era bem mais rápida de ser trabalhada -  ao contrário do mármore - e assim, não era preciso esperar décadas para a construção de sua capital.


Apesar de relativamente rápida, a construção é recheada de detalhes belíssimos. Os estilos persa e mugal se misturam em entalhes decorativos que enchem os olhos. Tudo muito minucioso, trabalhoso e claro, dono de um resultado maravilhoso: 


Interessante notar que os aposentos e palácios das três esposas de Akbar seguiam as decorações típicas de suas respectivas religiões - hindu, islâmica e católica. (Além de garanhão e fanfarrão, Akbar era um estudioso das religiões e por isso resolveu casar-se com moças de religiões diferentes e aprender mais sobre os costumes de cada uma na prática. Imagina se os teólogos de hoje em dia resolvessem fazer o mesmo... rs). Abaixo a mesquita - única construção em mármore branco da cidade:

o trabalho no mármore impressiona!

Fatherpur Sikri foi utilizada como capital apenas durante 14 anos. Apesar da incrível estrutura que havia sido construída, a cidade era quente demais e sofria de escassez de água. Logo, tornou-se insuportável viver ali e foi completamente abandonada. Virou uma cidade-fantasma e por isso se manteve praticamente intacta ao longo dos anos.

Em 1986 foi tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade e desde então, recebe centenas de turistas diariamente, que aproveitam a visita ao Taj Mahal para espichar até aqui. Fatehpur Sikri está há 20km de Agra, fácil acesso por táxis ou tuk tuks. O ingresso custa 250 Rúpias (aproximadamente 5 USD) e vale conhecê-lo com um guia à tira-colo, explicando cada cantinho do lugar. Se for entre junho a agosto, prepare-se para a temperatura em torno de 45 graus!

Veja todos os posts com dicas de viagem para a Índia:
Índia, ainda bem que eu fui!
Taj Mahal - uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno
Agra Fort - a prisão do imperador Shah Jahan
Fatehpur Sikri - a cidade fantasma
Jaipur - a cidade rosa
Jaipur - os palácios dos marajás
Jaipur - o observatório Jantar Mantar
Amber e seus fortes
Índia, devo ou não ir?

Aproveite para inserir no roteiro para a Índia algum país da vizinhança:
Nepal: Katmandu, Himalaias, Monte Everest e muito mais!
Sri Lanka: Surpreendente! Belas praias, história e ótima aventura!
Maldivas: o verdadeiro paraíso na Terra, as praias mais belas do mundo!

Veja também outros países da Ásia.

20 comentários:

Carolmay disse...

Fe,

Nem imaginava que existissem tantas construcoes magnificas na India. Estou amando todos os posts.

Bjos,
Carol.

Tânia disse...

Olá Fê!
Embora poucas vezes comentar, sou uma leitora assídua do seu blog, e começo a achar pecado não ter ainda vindo conhecer Portugal! Acredite não se vai arrepender!

Entretanto, fico à espera de novas viagens, pois divertimos bastante a ler as suas aventuras!

Orlani Júnior disse...

Como as construções são imponentes e impecáveis! Estou adorando esse tour pela Índia.

Parabéns!

Beijo

Grasi disse...

É sempre uma delícia passar por aqui. Saio sempre mais rica.
Bjão lindona e um fds super iluminado.

Fê Costta disse...

Carol,

Esta região entre Rajastão e Uttar Pradesh é cheia de construções belíssimas, feitas por imperadores que gastavam horrores para impressionar os outros povos. Sorte nossa de poder apreciar este legado! :)

Fê Costta disse...

Olá Tânia!

Um dia ainda vou por estas bandas daí. Por enquanto, estou explorando o lado mais exótico do globo... :)

Fê Costta disse...

Olá Orlani!

Sim, são imponentes! De fato, merecedoras de uma visita. :)

Saudações,

Matheus Vieira disse...

Tem templo pra tudo na Índia, haha!

Fê Costta disse...

Oi Grasi!

Que bom! :)

Fê Costta disse...

Ei Matheus!

Tem para tudo realmente, mas diante do mix religioso que é a Índia, não poderia ser diferente... :)

Brenda Tavares disse...

Adorei!
Já vejo as fotos à sua cara quando têm o detalhe de portas ou arcos na frente.
As cores me fizeram lembrar da Jordânia.
Esses dias tô que nem louca com uma amiga aqui em casa, e já estamos falando de fazer: China, Cambodja, Nepal, India e etc. Bora ver se a grana ajuda kkkk!

Fê Costta disse...

Oi Brenda!!

Menina, o Camboja é maravilhoso!! À propósito, Camboja e Tailândia foi um dos roteiros mais belos que já fiz até hoje! Simplesmente inesquecível!! :)

Bjks

Arthur disse...

Mais um belíssimo conjunto arquitetônico, além da hilária "desculpa" do mandachuva para se casar com várias mulheres... Taí um homem muito pragmático ;)

Fê Costta disse...

Athur,

Bota pragmático nisso! E além de tudo conseguiu ser inserido na história como o maior imperador indiano de todos os tempos, daí o nome Akbar, que significa "Grande". Mas ao menos ele tinha uma boa constituição genética: era descendente de Gengis Khan e também de um grande guerreiro afegão que agora não me lembro o nome...
:)

Andreia Ferreira disse...

Olá Fê, há já algum tempo que não vinha aqui, bem que sítio lindos, adorei ver ao pormenor os "enfeites" no mármores, simplesmente suberbos.
Obrigada por partilhar connosco estes lugares maravilhosos.
Bj Andreia

Ah, concordo com a Tãnia, fica prometida uma viagem a Portugal "O nosso Portugal encantado" :D

Beijão

Fê Costta disse...

Olá Andreia!

Obrigada pela visitinha!

Bjs

Katia Bonfadini disse...

Que construções lindas e cheias de detalhes!!!!! Adoro suas fotos, parece que eu estive nesses lugares!!!!! Parabéns! Bjs!

Fê Costta disse...

Kátia,

Os detalhes são maravilhosos!! Pena que a câmera não capta bem quanto os nossos olhos enxergam... rs

Bjks!!

Camila disse...

Eu também não sabia que haviam taaaantos lugares tão belos na Índia! Essa competição entre os imperadores acabou sendo bem proveitosa. :)

Adorei a história das esposas! Pelo menos esse tinha uma desculpa. ;)

Beijos!

Fê Costta disse...

É verdade Camila, ao menos ele era um safado com uma bela desculpa... hahaha

Bjks!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...