Letônia - Riga

24 comments
Ah, eu adoro falar de Riga!! Que cidade linda, enche os olhos!!  É dona do maior conjunto arquitetônico de art nouveau germânico do mundo e também de um centro histórico gótico e barroco de 800 anos! Cosmopolita e em pleno renascimento, respira aliviada após sair do controle da Rússia, Alemanha, Polônia e Suécia.
Ora, quem nunca teve problemas com a vizinhança um dia?!


A Letônia é o centro industrial, econômico e cultural da região do Báltico, no norte da Europa. Não é o maior país, mas possui a maior capital, Riga, que abriga 1/3 da população Letã. Com a independência readquirida em 1990 após a queda do Império Soviético, a Letônia vem investindo agressivamente no setor de turismo. Prova disso são as inúmeras revitalizações do patrimônio histórico em Riga, o qual foi tombado pela UNESCO.

Para desbravar a cidade antiga, o passeio deve começar pela Praça Ratslaukums, no final da rua Kalku. Ali está, na minha opinião, a mais bela construção de Riga: a casa Blackheads, erguida no ano de 1334 e hoje transformada em museu.


Seguindo adiante em meio às vielas antigas, estão inúmeras surpresas, como as casinhas chamadas de Três Irmãos. Trata-se de três casas genuinamente medievais, construídas em pedra entre os séculos XV e XVIII. Outras construções também guardam detalhes interessantíssimos. Pare em um café na Praça Liv e aprecie a beleza minuciosa da cidade. Durante o verão, haverá sem dúvida algum saxofonista ou violonista tocando por ali.

Mesmo depois de guerras e invasões diversas, o centro histórico de Riga conserva construções do século XIII. Após várias reformas ao longo destes anos, hoje esbanja uma mescla de vários estilos. Um exemplo deste mix é a igreja de São Pedro, que foi reconstruída três vezes em épocas diferentes e hoje possui a bela torre de 136 metros (uma das mais altas da Europa) em estilo barroco e o restante da construção em gótico e romanesco. Uma subida à torre oferece uma espetacular vista da cidade e do rio Daugava:


Saindo da rota medieval de Riga, há o bairro Elizabetes, o ápice do estilo art nouveau. Os arquitetos E. Laube, K. Pēkšēns e A. Vanags criaram ali exemplares únicos da arquietura letã. Comece pela interseção das ruas Alberta e Strelnieku e perambule contemplando a riqueza dos detalhes. As expressões das estátuas nas fachadas são incríveis!


Para encerrar, vá até a Praça do Monumento da Liberdade, erguido em 1935 em comemoração à Independência – que pouco durou, mas foi restabelecida em 1990 –, observe a bela catedral da Natividade e caminhe pelo parque Bastejkalns. Se tiver sorte, olhe para o céu e veja o espetáculo dos pássaros migratórios voando em “V”.
Os pássaros migratórios no tradicional vôo em "V"
.
Riga é uma cidade para ser desbravada à pé. Apesar de relativamente grande, é curta a distância entre os pontos turísticos de maior interesse. Hospedar-se próximo a estes é fundamental. Uma dica é o hotel Hanza, que não fica dentro do centro histórico, mas está há 10 minutos de caminhada, bem próximo à estação de trem e ônibus. O hotel é novo, bem decorado e tem um detalhe curioso: o chão do banheiro é aquecido! Isso para o frio constante de Riga, mesmo no verão, é bem interessante! À propósito, evite de todas as maneiras ir no inverno. A cidade já é gelada no outono e a chuva é constante o ano inteiro. Para conhecer a cidade, dois dias são suficientes e se puder, destine um à mais para desbravar também as redondezas.

Sol com chuva, casamento de viúva! Vai ter viúva assim lá na Letônia....

Com 50% do território coberto por florestas, a Letônia é o país europeu que melhor preserva a vida selvagem na natureza. Por ali vivem várias espécies como cervos, alces, raposas cegonhas, águias, lontras, castores, linces e lobos. Além da fauna rica, a flora é composta, sobretudo, pelo famoso Pinho de Riga, da qual a nobre madeira é utilizada em projetos de decoração soberbos. Já aqui, o pinho de Riga é utilizado em qualquer lugar, inclusive em tapume e piso de construção.

O famoso pinho de Riga está em qualquer lugar, até em reforma de rua

O próximo post será um passeio nas florestas da Letônia, na cidade de Sigulda e nos castelos de Krimulda e Turaida. Não perca!

Veja mais dicas de viagem e turismo na Letônia e região do Báltico:
E aproveite para conhecer também os países da vizinhança:

24 comentários:

Camila disse...

Fê, acho que vou ter um sério problema... Escandinávia, Países Bálticos, a Rússia ali pertinho e agora isenta de visto... Vou precisar de pelo menos um mês só para essa região! ;)

Beijos!

Matheus Vieira disse...

Caramba, a cidade aparenta ser linda, quantos detalhes! As fotos estão incríveis, mesmo! Já começo à pensar em uma viagem ao Báltico como uma coisa mais séria! Hahahah

Orlani Junior disse...

Olá, Fê!

Ainda bem que existem pessoas generosas como você. Não conhecia Riga e após ver sua postagem fique boqueaberto, ela é muito bonita. A expressões das "fachadas" realmente são fantásticas!

Está aí um passeio bem interessante, que não é tão badalado como os grandes centros europeus.

Ficarei aguardando a floresta!

Beijo

Anthony disse...

Não sei o que dizer, fiquei simplesmente sem palavras! Jamais imaginei que houvesse algo tão belo para estes lados... Estou encantado e ansioso por um dia conhecer!

Muito obrigado por compartilhar conosco tal maravilha!

Viva Riga!!

Fê Costta disse...

Camila, vc ainda esqueceu da Polônia! Separa 40 dias! :)

Ai, ai, ai!! Porque é que a gente não tem 60 dias de férias por ano, né? Seria perfeito!

Bjs

Fê Costta disse...

Matheus,

Acho que vc e também a Camila vão ser os próximos à passear por aquelas bandas. Inverte a listinha de desejos e coloca o Báltico no roteiro, vc não vai se arrepender! ;)

Fê Costta disse...

Olá Orlani!

Adoro também as expressões daquelas fachadas! E vc não imagina, são vááááárias!! O pescoço dói de tanto olhar para cima... rs

Fê Costta disse...

Olá Anthony!!

Mais um que vai mudar o próximo roteiro de viagem e colocar o Báltico no caminho... rs

Lá é mesmo lindo, assino embaixo! :)

Viaje com a Flora disse...

Fe,
Vi lá no Arnaldo do Fatos & Fotos uma proposta sua sobre o Iemen. Tenho interrese. Voce pode for favor me manter informada?
Muito obrigada.
flora ponto degaspare arroba gmail ponto com

Beatriz disse...

Oi Fê
Confesso que ainda não tinha sequer ouvido falar de Riga. Parece uma cidade de contos de fada! Se a Letônia for toda assim, eu quero ir!!!
bjs,
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Tozé Franco disse...

Olá Fé.
Bonito país.
Agora tenho andado mais pela Eslovénia que é, também, um país encantador.
Um abraço.

Fê Costta disse...

Olá Flora!!

Que legal, mais uma desbravadora para a nossa turma!!! Pode deixar que te mantenho informada tão logo tenha novidades. A que mais estamos aguardando é que as coisas fiquem um pouco mais tranquila por lá... ;)

Fê Costta disse...

Olá Beatriz!

O que eu conhecí da Letônia é lindo: Riga e Sigulda.

Bjs

Carlos Ranzani disse...

Ola, Fê.
Esta região do mundo sempre foi uma das minhas metas de viagem e os seus otimos ultimos posts so tem aumentado este desejo, tanto que estou pensando em ser o nosso destino de viagem em julho que vem. Ha varios anos tenho viajando por conta propria, montando os nossos roteiros, fazendo todas as reservas ( carros, hotel, etc..) e a duvida é justamente esta....a logistica desta região..rs, da para viajar desta forma pelo Baltico e Russia? ou precisa ir de pacote de agencia?
Como vc foi?
Se vc preferir me responder via meu e mail pessoal = ranzani01@uol.com.br
Um abraço, obrigado e parabéns pelo otimo blog.
Carlos Ranzani

Fê Costta disse...

Olá Carlos!!

Julho é uma época excelente para ir ao Báltico. Aliás, é a melhor época. Eu fui no fim de setembro e peguei um frio desagradável, além de chuva constante.

Se vc falar inglês ou a língua local, recomendo-o ir por conta própria e rodar lá de ônibus/ barco/ trem. Caso vc se sinta inseguro com o idioma, talvez seja melhor ir de agência.

O roteiro depende da quantidade disponível de dias que vc tem, assim, fica a dica:

8 dias: VILNIUS-RIGA-TALLIN
9 dias: VILNIUS-RIGA-TALLIN-HELSINKI
13 DIAS: VILNIUS-RIGA-TALLIN-ESTOCOLMO
19 DIAS: VILNIUS-RIGA-TALLINN-ESTOCOLMO-HELSINKI-ST PERTERSBURGO - MOSCOU

Se vc for do tipo mais relax e quiser curtir a fundo e com calma os lugares, adicione 20% a mais nos dias.

As dicas de barco, ônibus e avião vc pega neste post aqui sobre o báltico: http://www.viaggio-mondo.com/2010/08/as-republicas-do-baltico.html

Sobre os hotéis, no post sobre cada cidade tem a dica de onde eu fiquei, geralmente hotéis bem localizados, categoria 3 estrelas.

O melhor de tudo: nenhum destes países exige visto dos brasileiros. Nem mesmo a Rússia, que outrora exigia, finalmente nos liberou! ;)

Qualquer outra dúvida, estou à disposição.

Fê Costta disse...

Carlos,

esquecí da dica de agência. A Tchayca é especializada naquela região ali. Fui com eles para a Rússia e adorei o serviço. Preço justo, hotéis e transporte de ótima qualidade, guias fantásticos! Caso se interesse, eles também fazem o passeio sob medida para vc!

Olha aí: http://www.tchayka.com.br/

Priscila Ferreira disse...

Fê,
Que fotos lindas!! A arquitetura e os detalhes dos prédios são muito lindos!!!
Bjuu
Pri

Teté disse...

me lembrou Tallin...

Fê Costta disse...

Ei Pri!!

Eu fiquei fascinada com a arquitetura, tão bela seja no estilo gótico, barroco ou art nouveau! Realmente imperdível!!

Menina, tô curiosa para saber como foi o show do Paul Mc Cartney, vou lá no seu blog conferir se vc já publicou! ;)

Bjs

Fê Costta disse...

Ei Teté!

Tallin virá, logo depois de Sigulda, que é o próximo post! ;)

Bjs

Socorro disse...

Nanda, vendo sua postagem, viajei novamente ao Báltico. Adoreeeei !!!Levei um susto quando vc disse que aqui se usa pinho de riga para qq coisa. (demorei um pouco a perceber que seu "aqui" era a Letônia e não o Brasil. Percebendo o engano, o susto passou rsrsrs)
Beijos.
Nos encontramos na Grécia, daquí a 4 dias.

Fê Costta disse...

Mamily!!

Nossa viagem foi realmente fantástica, né? Tal qual família Schurmann, só que em terra... hahaha

Nos vemos na Grécia!!! :)

Bjosss

Alvaro disse...

Obrigada pelas fotos, muito muito bonitas. Adorei

Anônimo disse...

Oi Fe,
riga é uma cidade cara? quanto custa mais ou menos p comer e beber umas cervejas la?
ab

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...