Como se vestir no Irã

4 comments


Se você é homem, não terá problema algum com o que se vestir no Irã. Como todo país machista que se preze, o homem tem o privilégio de escolher vestir o que bem entender.

Já para as mulheres, a conversa é outra! Motivo de desordem da nação, as mulheres são obrigadas a se cobrirem para inibir qualquer anseio do sexo oposto. Cabelos, braços e pernas não podem estar à mostra. Além disso, os quadris também deverão ser tapados com uma roupa larga para não delimitar as desejadas curvas.



Parece extremista, mas já foi pior. Em tempos de Ahmadinejad, a regra era mais severa. A mulher deveria cobrir os braços até o punho e as pernas até o calcanhar. Aliás, nem o pé poderia estar de fora. Hoje, o país está mais "aberto" e aceita manga 3/4 e pés livres. Cabelos também, podem ter o charme da franja aparecendo sob o véu. Uma liberdade duramente conquistada!


Lembrando que turistas podem explorar um pouco mais, mas todo cuidado é pouco. Em alguns lugares a atitude poderá ser ofensiva e levantar a ira da população xiita. Na nossa turma, fomos obrigadas a voltar ao hotel para trocar de roupa, pois o comprimento da legging de uma amiga estava curto demais (no meio da batata da perna).


As turistas encantam alguns e enfurecem outros. Em geral os homens ficam curiosos e logo tentam algum contato. Já entre as mulheres é possível ver admiração, inveja, raiva, sarro e até graça. Tem de tudo. Entretanto, se alguém não gostar, pode acionar a polícia, que virá imediatamente avaliar o que se passa. Não há legislação alguma que fala do comprimento da manga ou da calça, mas se a polícia entender que isto está causando alvoroço e ofença, na dúvida prende todo mundo. Em Tehran e Shiraz, duvido que isso aconteça, mas em Yazd e Maashad, pode ser bem provável.


Vamos à prática:

As maioria das iranianas se vestem assim: roupas escuras e bem comportadas, mantô longo e véu de seda colorido na cabeça, aparecendo a parte frontal do cabelo: 



Há ainda as que usam o "Chador", que é esse manto preto que vai da cabeça aos pés. Segundo o Alcorão, sugere simplicidade, porém algumas já o usem "fashion" demais!



Se você achar muito "boring", você pode inovar nas cores e no modo de usar o véu. Outra dica é usar um vestido ao invés do mantô, obviamente com calça e manga comprida por baixo: 


Se tiver quente e ensolarado, você pode usar chapéu, contando que coloque o véu por  baixo ou em volta de todo pescoço para mostrar respeito. Esse é o modelito perfeito para desbravar Persépolis, onde o sol brilha o ano inteiro e quase não há sombra! O uso de chapéu não fica adequado para lugares religiosos, portanto, evite-os ao entrar nas mesquitas!




Faça uma seleção das suas túnicas, roupas lagas e compridas, roupas de grávida, batas. Certamente haverão coisas para serem usadas no Irã. Se ainda assim, você não se sentir confortável, você pode comprar algumas roupas lá. As lojas de "roupas iranianas" estão espalhadas por todo o país e um vestido custa em torno de USD 15.  Assim, leve pashminas, escarfes, véus, leggins, calças, blusas mais comportadas e conjugue com o que vc encontrar por lá. É uma experiência divertida entrar numa destas lojas e deixar as iranianas te produzirem! Veja o meu modelito adquirido em Tehran: 


Quanto as cores, é bom evitar rosa e vermelho. Eu usei, mas o guia me alertou no primeiro dia e realmente percebí como viramos uma melancia! Todo mundo olha! Outra coisa que choca é calça amarela. O guia não soube explicar o porquê, mas vimos várias iranianas rindo da nossa cara....

Outras chegavam perto para dizer que haviam nos achado lindas! Esta foi um exemplo, uma iraniana de Maashad - a cidade mais restrita do Iran - e ficou admirada com a alegria das brasileiras:



4 comentários:

Arnaldo (Fatos e Fotos de Viagens) disse...

Já havia lido muito sobre como devem vestir-se as mulheres no Irã, parte da preparação de qualquer viagem ao país. Temos muitos livros, alguns lidos, outros por ler, mas as suas matérias são ótimas porque têm a sua impressão e experiência e mostram fotos. Extremamente útil esta série sobre o Irã. Emília já tem uma coleção de hijabs e já testou seu uso. Não vemos a hora de chegar Outubro para começarmos nossa viagem.

Claudia Chow disse...

Pronto, eu quero ir pro Irã! Vc me convenceu! hehehehe :)

Natália Viana disse...

Adorei o seu post! Pesquisando sobre o assunto também encontrei um blog de moda do Irã, o The Tehran Times, que mostra como as iranianas mais ousadas se vestem. Pode ser uma boa fonte de inspiração para criar looks menos "boring" para a viagem ;)

http://thetehrantimes.tumblr.com

Natália Viana disse...

Adorei o seu post! Pesquisando sobre o assunto também encontrei um blog de moda do Irã, o The Tehran Times, que mostra como as iranianas mais ousadas se vestem. Pode ser uma boa fonte de inspiração para criar looks menos "boring" para a viagem ;)

http://thetehrantimes.tumblr.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...